O Vasco anunciou nesta sexta-feira um acerto que vai garantir a permanência do zagueiro Dedé, cobiçado pelo Corinthians, até pelo menos julho deste ano. Pela operação, com o Grupo Dis, o clube carioca eleva a multa rescisória do jogador, o que inviabiliza negociações até o meio do ano.

Pelo acerto, o Grupo Dis comprou os 45% dos direitos do zagueiro que pertenciam à Liga de Participações e Intermediações. Os novos parceiros, ao contrário dos anteriores, não desejam vender os direitos de Dedé por ora.

Eles fecharam acordo com a diretoria vascaína que afasta, pelo menos no momento, a possibilidade de transferência para o Corinthians. Esta semana, o Vasco recusou oferta do clube paulista de 8 milhões de euros (R$ 21,7 milhões).

A multa, que era de 7 milhões de euros, passou para 10 milhões (R$ 27,1 milhões). O Vasco, que tem 45% dos direitos, segue com prioridade de compra da porcentagem restante (outros 10% pertencem à Ability). “Ele só sai do Vasco a partir de 1º de julho de 2013, e se o Vasco quiser”, disse o diretor geral Cristiano Koehler.

Desde o início da temporada, Dedé tem sido o capitão do time. No último jogo, a vitória sobre o Macaé, em São Januário, por 4 a 2, ele voltou a balançar as redes, em cobrança de pênalti. Agora, com a definição sobre o futuro, o zagueiro terá mais tranquilidade para jogar.