O Vasco pode, excepcionalmente, jogar com dois centroavantes nesta quinta-feira, contra o Madureira, em Conselheiro Galvão, pela 11.ª rodada do Campeonato Carioca. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o técnico Adilson Batista indicou que a ideia é escalar a equipe com dois homens de área por conta das dimensões reduzidas do estádio suburbano.

“Pode sim ser um jogo de bola mais viva, rápida, um jogo mais aéreo, truncado. Por ser um campo de menor dimensão, por ser mais junto, vira uma partida de mais choque. Aí não vou precisar tanto da velocidade”, explicou o treinador, que, mais cedo, havia aberto mão de realizar um treino tático e indicar a equipe.

Assim, a possibilidade principal é de o Vasco entrar em campo com o garoto Thales, de 18 anos, que já marcou três gols no Estadual, e o mais veterano Edmílson, que balançou as redes cinco vezes.

No treino desta quarta, o goleiro Martin Silva saiu de campo machucado, mas ele não preocupa. O argentino Guiñazu, porém, será poupado com dores no quadril e substituído por Pedro Ken. Quarto colocado, o Vasco deve entrar em campo com: Martín Silva; André Rocha, Rodrigo, Rafael Vaz e Diego Renan; Aranda, Pedro Ken, Fellipe Bastos e Douglas; Thalles e Edmílson.