Depois da derrota por 2 a 1 para o Madureira em casa na primeira rodada da Taça Guanabara, a diretoria do Vasco tomou medidas drásticas: marcou treino noturno e proibiu os jogadores de darem entrevistas.

Menos que adaptar os jogadores para o horário da partida de amanhã, contra Americano, às 21h45, em São Januário, o treino noturno serviu para afastar do clube torcedores que pudessem voltar a vaiar os jogadores, o presidente interino Eurico Miranda, e o atacante e técnico Romário, como no dia da estréia.

Edmundo não joga. Nesta terça-feira (22) treinou em dois períodos, separadamente dos demais jogadores, mas só deverá ter condições de jogo daqui a três semanas.