A torcida vascaína já começou a comemorar a volta à divisão de elite do futebol brasileiro. O acesso ainda não está confirmado matematicamente, mas pode vir já na próxima rodada da Série B. Afinal, o Vasco derrotou o Bahia por 2 a 1, neste sábado, diante de quase 50 mil torcedores no Maracanã, e manteve a liderança isolada do campeonato.

Com a vitória sobre o Bahia, o Vasco chegou aos 66 pontos e abriu 15 de vantagem sobre o Figueirense, que ocupa o quinto lugar – apenas os quatro melhores da Série B conseguem o acesso. Assim, faltando apenas seis rodadas para o final do campeonato, a classificação vascaína pode acontecer já no próximo sábado, quando o time carioca visita o Fortaleza.

Enquanto a torcida vascaína fez uma enorme festa no Maracanã, diante da certeza do acesso, o Bahia ficou em situação ainda mais complicada depois da derrota deste sábado. Com apenas 35 pontos somados em 32 rodadas, o time baiano segue na zona de rebaixamento da Série B, cada vez mais perto da queda para a terceira divisão do futebol brasileiro.

Nem mesmo a ausência do meia Carlos Alberto, vetado após teste no vestiário, por causa de uma lesão no pé direito, impediu a vitória vascaína. Mas ele fez falta. Sem criatividade, o Vasco não apresentou um bom futebol, mas fez o bastante para ganhar. “Ainda não tem nada ganho. Demos um passo importante”, disse o volante Nilton, após a partida.

O primeiro tempo foi sonolento. Resultado da quantidade de homens de marcação nas duas equipes. O Vasco detinha a posse de bola, mas não conseguia impor pressão. Foi aí que Evaldo apareceu. Displicente, o zagueiro do Bahia deu a bola nos pés de Fágner, que tabelou com Adriano e chutou forte, abrindo o placar para o time carioca aos 36 minutos.

“As duas equipes sentiram muito o calor, por isso o ritmo mais lento. Vamos ver se melhoramos um pouco na segunda etapa”, afirmou o técnico Dorival Júnior, após o intervalo. De fato, seu time melhorou de produção no segundo tempo. Assim, após algumas chances desperdiçadas, o atacante Elton acertou bonito chute, aos 33 minutos, e fez 2 a 0 para o Vasco.

Foi o 15º gol de Elton, deixando-o na artilharia da Série B. Mas a torcida vascaína não teve muito tempo para comemorar, pois o Bahia reagiu dois minutos depois: gol de Paulo Isidoro. Depois disso, o Vasco soube segurar a vantagem e administrou o jogo até o apito final, comemorando mais uma vitória e o acesso praticamente garantido.

FICHA TÉCNICA:

Vasco 2 x 1 Bahia

Vasco – Fernando Prass; Fágner, Vilson, Titi e Ernani; Souza (Amaral), Nilton, Alan e Fumagalli (Adriano e depois Dedé); Alex Teixeira e Elton. Técnico – Dorival Júnior.

Bahia – Marcelo; Bebeto, Evaldo, Menezes e Alex Maranhão (Beto);

Marconi, Leandro, Hernani e Ananias; Nadson (Roberto) e Jael (Paulo

Isidoro). Técnico – Paulo Bonamigo.

Gols – Fágner, aos 36 minutos do primeiro tempo; Elton, aos 33, e Paulo Isidoro, aos 35 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Heber Roberto Lopes (Fifa/PR).

Cartão amarelo – Nilton, Dedé, Ananias e Bebeto.

Renda – R$ 819.498,50.

Público – 49.990 pessoas.

Local – Estádio Maracanã, no Rio.