O Vasco venceu o Alianza Lima por 2 a 1, nesta terça-feira, no Peru, assumiu a liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores e ficou mais próximo da classificação para a próxima fase. Caso o Libertad (Paraguai) vença na próxima quinta o Nacional (Uruguai), em Assunção, o time carioca garante vaga antes mesmo da última rodada, quando os vascaínos vão enfrentar o time uruguaio, em Montevidéu.

O grande nome do jogo foi Fellipe Bastos, autor dos dois gols da vitória vascaína. Com Diego Souza e Felipe pouco inspirados, o Vasco sentiu falta de Juninho Pernambucano na armação. Com a falta de criatividade vascaína e os limites técnicos do adversário – lanterna do grupo, com salários atrasados há sete meses -, o jogo às vezes ficou feio, com muitos “chutões” dos dois lados.

Mas o Vasco conseguiu impor sua superioridade, ainda que sem o bom futebol de outros jogos. Nos minutos finais, a equipe brasileira sofreu pressão dos bolivianos que, não fosse por Fagner, em cima da linha, no fim do segundo tempo, teriam chegado ao empate.

O JOGO – Na primeira etapa, o Alianza Lima teve mais chances que o Vasco, mas o time brasileiro soube aproveitar melhor – ou teve mais sorte. O gol vascaíno saiu aos 17 minutos. Fellipe Bastos arriscou de fora da área, a bola desviou no zagueiro e encobriu o goleiro, que não conseguiu alcançar.

Aos 28 minutos, o Alianza Lima teve a primeira chance de perigo ao gol do Vasco. Após cobrança de falta e cruzamento na área, Ibáñez cabeceou rente à trave, para fora. Aos 36, Rabanal recebeu sozinho, pela esquerda, e cruzou. Hurtado se antecipou à zaga e pegou mal, a bola foi por cima do gol.

No segundo tempo, aos 18 minutos, o Vasco quase ampliou. Após cobrança de falta de Fellipe Bastos, Diego Souza desviou para o gol e Libman fez bela defesa. Um minuto depois, Eder Luís recebeu dentro da área e tocou para Diego, na marca do pênalti, de frente para o gol sem goleiro, mas ele demorou e, quando bateu, a bola ficou na zaga.

Aos 22 minutos, Dedé cabeceou bola na trave, após nova cobrança de Fellipe Bastos. Três minutos após, a consagração de Fellipe Bastos. De fora da área, ele acertou lindo chute no ângulo de Libman.

O time da casa descontou após falha da zaga vascaína. Dedé tirou a bola rasteiro, Renato Silva tentou chutar para frente, a bola resvalou no jogador do Alianza Lima e sobrou para Curiel, que chutou bem, por baixo de Fernando Prass.

A torcida vascaína tomou um susto aos 37 minutos. Após cruzamento na área, Arroé dividiu com Fernando Prass, deixou o braço, mas o árbitro não marcou. A bola sobrou para o peruano, que bateu para gol, mas Fagner salvou em cima da linha. Nos acréscimos, Nilton agrediu um jogador do Alianza Lima e foi expulso. A torcida peruana aumentou o volume de objetos jogados sobre o campo e o banco de reservas do Vasco e a polícia foi acionada.

OUTROS JOGOS – Mais duas partidas foram realizadas nesta terça. Pelo Grupo 2, o do Flamengo, o Lanús goleou o Olimpia, do Paraguai, por 6 a 0, na Argentina, e assumiu a liderança isolada, com 10 pontos. Os paraguaios têm sete, dois a mais que o time carioca, que joga nesta quarta contra o Emelec, lanterna da chave com três pontos, no Equador.

Pelo Grupo 6, o Corinthians perdeu a liderança para o Cruz Azul, do México, que ficou no empate por 1 a 1 com o Deportivo Táchira, na Venezuela, Com oito pontos cada, os mexicanos ficam na frente dos brasileiros pelo saldo de gols (4 a 3). No entanto, o Corinthians tem um jogo a menos – na próxima quarta contra o nacional, no Paraguai. Os venezuelanos, na lanterna com três pontos, estão eliminados.

FICHA TÉCNICA

ALIANZA LIMA-PER 1 x 2 VASCO

ALIANZA LIMA-PER – Libman; Carmona, Ibáñez, Ascues e Corrales (Rabanal); González, Bazán (Viza), Arroé, Quinteros e Hurtado (Curiel); Fernández. Técnico: José Soto.

VASCO – Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Rodolfo); Romulo, Fellipe Bastos, Felipe (Nilton) e Diego Souza (Allan); Eder Luis e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS – Fellipe Bastos, aos 17 minutos do primeiro tempo; Fellipe Bastos, aos 25, e Curiel, aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO – Rabanal (Alianza Lima-PER).

CARTÃO VERMELHO – Nilton (Vasco).

ÁRBITRO – Saúl Laverni (Fifa-Argentina).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Alejandro Villanueva, em Lima (Peru).