O Vasco venceu o Atlético-MG por 2 a 1, neste domingo, em Ipatinga, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o time carioca com 20 pontos, um a menos que o Flamengo, terceiro colocado na tabela. Já a equipe mineira permanece com 11 e, mesmo jogando em casa, perdeu a chance de conseguir um pouco de fôlego e ficar mais distante da zona de rebaixamento.

E o carrasco do Atlético-MG neste domingo foi justamente Diego Souza, que deixou o time alvinegro no início deste ano e marcou os dois para a equipe de São Januário.

Conscientes da necessidade da vitória para espantar o fantasma do rebaixamento e ao menos sonhar com algo mais que apenas terminar a competição na Série A, os mineiros partiram para o ataque desde o início da partida. Apesar de ter feito experiências com Mancini durante a semana, o técnico Dorival Júnior optou por manter como titular Daniel Carvalho, que armou boas jogadas com Magno Alves e Jônatas Obina nos minutos iniciais da partida.

Porém, embalado por duas vitórias consecutivas e se aproximando do grupo que disputa a ponta da tabela, o Vasco não se intimidou nem mesmo com o estádio lotado – os 16 mil ingressos postos à disposição do público já haviam sido vendidos na manhã de sexta-feira. Mesmo com a pressão local, os visitantes também criaram boas oportunidades. Mas a torcida atleticana veio mesmo ao desespero aos 17 minutos, em jogada finalizada por Diego Souza. O meia recebeu na área um cruzamento sob medida de Julinho e abriu o placar de cabeça.

Porém, se os donos da casa já faziam pressão antes, o gol adversário parece ter dado mais uma injeção de ânimo na equipe mineira. Guilherme Santos também passou a subir mais para auxiliar no ataque. Já Daniel Carvalho manteve o seu bom desempenho até que, aos 40 minutos, deu um belo passe de primeira para Magno Alves. O atacante entrava com velocidade pela direita e só precisou tocar na saída do goleiro Fernando Prass para igualar o marcador.

As duas equipes voltaram com a mesma disposição para a etapa final da partida, mas o Vasco parecia ainda mais empenhado em buscar o resultado. Na tentativa de virar o jogo, Dorival Júnior adiantou Richarlyson, mas isso parece ter facilitado o trabalho da equipe comandada por Ricardo Gomes. E, logo aos nove minutos, um lance deixou jogadores e torcida cruzmaltinos revoltados.

Diego Souza tocou de cabeça após cobrança de falta pela direita, a bola bateu no travessão, no chão e parou nas mãos de Giovanni. O Vasco pediu o gol, mas o árbitro Edivaldo Elias Silva considerou que a bola não entrou.

No meio da etapa, a equipe do Rio ainda conseguiu um pênalti depois de Réver esticar o braço para parar a bola na área, mas Alecsandro cobrou no meio. Giovanni fez uma defesa em dois tempos e a zaga afastou de vez o perigo. Porém, aos 44, o árbitro marcou outro pênalti para o Vasco em uma falta que rendeu o cartão vermelho para Leonardo Silva e, desta vez, Diego Souza anotou e fechou o placar.

“Vamos brigar (pelo título). Isso não tem a menor dúvida. Essa é a competição mais importante do nosso calendário. Vamos manter assim até o final, enquanto for possível matematicamente”, ressaltou o técnico vascaíno.

Na próxima rodada, o time mineiro enfrenta o Fluminense na quarta-feira, novamente em Ipatinga. Na quinta, o Vasco recebe o Bahia em São Januário.

Ficha técnica:

Atlético-MG 1 x 2 Vasco

Atlético-MG – Giovanni; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Richarlyson, Serginho, Caio (Renan Oliveira) e Daniel Carvalho (Mancini); Jônatas Obina (Neto Berola) e Magno Alves. Técnico: Dorival Júnior.

Vasco – Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Eduardo Costa (Jumar), Rômulo, Diego Souza e Julinho (Bernardo); Eder Luís e Alecsandro (Elton). Técnico: Ricardo Gomes.

Gols: Diego Souza, aos 17 do primeiro tempo, e aos 46 do segundo; Magno Alves, aos 40 do primeiro.

Cartões amarelos: Patric, Seginho, Guilherme Santos e Rever (Atlético-MG); Anderson Martins, Eduardo Costa e Elton (Vasco).

Cartão vermelho: Leonardo Silva (Atlético-MG).

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR).

Público e renda: não disponíveis.

Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG).