A Justiça do Rio Grande do Norte suspendeu a venda de ingressos para o jogo da seleção brasileira com a Bolívia, marcado para o dia 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

A decisão está em vigor desde o último sábado. O juiz Sérgio Roberto Maia deu liminar em ação movida pelo Ministério Público que visava a obrigar os responsáveis pela venda a justificar a recusa de entrega de ingressos adquiridos pela internet. De acordo com a Promotoria do Consumidor, em muitos casos a recusa não foi justificada, o que contraria o direito do torcedor.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que os 31 mil ingressos que haviam sido colocados à venda até quinta-feira se esgotaram em menos de oito horas. Nesta segunda-feira, o departamento jurídico da CBF afirmou que ainda analisava o caso.

Apesar do anúncio de que os ingressos estão esgotados, segundo a CBF, torcedores que ficaram sem bilhetes poderão ter chance de fazer uma nova compra por causa das desistências – estas entradas seriam os bilhetes cancelados por falta de pagamento.

O Brasil é o segundo colocado nas Eliminatórias Sul-Americanas. Depois do confronto com a Bolívia, pela nona rodada do torneio classificatório, a seleção viajará para Mérida, onde enfrentará a Venezuela, em 11 de outubro.