Sebastian Vettel não deu chances à Mercedes neste sábado e cravou mais uma pole position na temporada, no circuito de Yeongam, na Coreia do Sul. Franco favorito ao título, o alemão deixou Lewis Hamilton para trás e cravou o primeiro lugar no grid pela sexta vez neste ano – a Mercedes ainda lidera a disputa nos treinos, com oito poles.

“Eu tive uma volta muito, muito boa no Q3 logo na minha primeira tentativa. E sabia que seria difícil superar a mim mesmo”, comemorou Vettel, que não precisou se esforçar mais na última sessão do treino para garantir a pole. “Felizmente, a primeira volta foi boa o suficiente. Depois a Mercedes ficou muito forte”.

Com 60 pontos de vantagem sobre o segundo colocado no campeonato, Vettel se diz confiante para a corrida de domingo e não se preocupa com as previsões de mau tempo – no início da semana, a meteorologia indicava possibilidade de tufão. “Não será um desastre se começar a chover, temos pneus de chuva na garagem”, minimizou.

“Eles estavam falando de chuva pesada. Quando eu cheguei, na quarta-feira, havia muito vento, mas passou e parece que o tufão mudou de direção. Se pegarmos um pouco de chuva do tufão, não será um problema”, afirmou o alemão, que ficará com uma mão no troféu se vencer o GP da Coreia do Sul.

Maior ameaça a Vettel, Hamilton não conseguiu passar do segundo lugar, após liderar os treinos livres de sexta-feira. Nico Rosberg, seu companheiro da Mercedes, foi o quinto mais rápido do treino classificatório. Mas largará da quarta posição graças à punição aplicada a Mark Webber.

O australiano obteve o terceiro melhor tempo do treino, mas largará somente 10 posições atrás porque recebeu a terceira advertência dos comissários de prova na temporada. O terceiro posto será ocupado pelo francês Romain Grosjean, da Lotus.

A punição beneficiou os demais pilotos do Top 10 do treino. Assim, Fernando Alonso largará em quinto, seguido do brasileiro Felipe Massa. Os pilotos da Sauber, Nico Hülkenberg e Esteban Gutierrez, as surpresas deste sábado, vão sair da 7ª e 8ª colocação, respectivamente. Kimi Raikkonen, da Lotus, e Sergio Perez, da McLaren, completam o Top 10 do grid.

A punição a Webber não foi a única do dia. Jules Bianchi foi punido com a perda de três posições no grid, e largará em último, por ter atrapalhado a volta de Paul Di Resta no Q1. Ele vai obtido o 21º tempo durante o treino.

A corrida na Coreia do Sul será disputada às 3 horas da manhã deste domingo (horário de Brasília).

Confira o grid de largada para o GP da Coreia do Sul:

1.º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)

2.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

3.º – Romain Grosjean (FRA/Lotus)

4.º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

5.º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari)

6.º – Felipe Massa (BRA/Ferrari)

7.º – Nico Hülkenberg (ALE/Sauber)

8.º – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)

9.º – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus)

10.º – Sergio Perez (MEX/McLaren)

11.º – Jenson Button (ING/McLaren)

12.º – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)

13.º – Mark Webber (AUS/Red Bull)

14.º – Adrian Sutil (ALE/Force India)

15.º – Paul Di Resta (ESC/Force India)

16.º – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)

17.º – Valtteri Bottas (FIN/Williams)

18.º – Pastor Maldonado (VEN/Williams)

19.º – Charles Pic (FRA/Caterham)

20.º – Giedo van der Garde (HOL/Caterham)

21.º – Max Chilton (ING/Marussia)

22.º – Jules Bianchi (FRA/Marussia)