Foto: Valquir Aureliano

Coordenador de futebol não gostou de ver uma conversa sua com o técnico René Simões indo ao ar na televisão.

O coordenador de futebol do Coritiba, João Carlos Vialle, está ameaçando fechar o CT da Graciosa para a imprensa caso novas conversas entre ele, a comissão técnica e os jogadores sejam gravadas.

Na terça-feira, o programa Globo Esporte mostrou o dirigente e o técnico René Simões falando sobre a dispensa do atacante Muñoz. Na matéria, o treinador diz ?vou pensar? no assunto, mas não deixa claro o contexto do bate-papo entre os dois. Ontem mesmo, Vialle mandou a assessoria de imprensa avisar aos veículos da proibição.

?Queremos ter mais privacidade, estamos em casa e não podemos nem conversar a sós??, ralhou o dirigente. De acordo com ele, não é a primeira vez que isso acontece e não quer que novas imagens (com áudio) levem ao ar o que ele, treinador e jogadores falam entre eles. ?Se isso não acontecer, vamos fazer que nem o Atlético. Como não podemos proibir apenas uma emissora, vamos proibir todos?, ameaçou. Atualmente, o CT só é aberto em determinados dias pelo clube.

Segundo o diretor de esportes da RPC, Gil Rocha, até o início da noite de ontem ele não tinha tomado conhecimento da medida, mas comentou o assunto.

?A gente só entra quando deixam e só fica onde eles permitem. A gente não invadiu nenhum espaço e nem usou nenhum subterfúgio para conseguir a informação?, contestou. Mesmo assim, ele garante que vai acatar qualquer determinação do clube para não captar imagens e sons no gramado. ?Se eles pedirem faremos, assim como já fazemos quando não querem mostrar jogadas ensaiadas?, garantiu.