Salvador – Depois de ficar sete rodadas sem vencer o Vitória conseguiu derrotar o Criciúma por 1 a 0, ontem, no Barradão, em Salvador. O resultado alivia um pouco a situação do time baiano, que chega aos 33 pontos, mas permanece próximo à zona de rebaixamento do Brasileiro. Já os catarinenses ficam com os mesmos 36 pontos.

Mesmo fora de casa, o Criciúma começou melhor. Tanto que teve boas chances para marcar, mas o goleiro Juninho foi muito bem e salvou o time baiano.

Vaiado pela sua torcida, o Vitória tentava chegar à meta adversária com jogadas individuais de Edílson e Obina. Numa delas, Obina disputou bola com o zagueiro Leonardo e foi derrubado na área. O árbitro Wilson Luís Seneme marcou pênalti, contestado pelos jogadores do Criciúma. Edílson bateu, aos 46 minutos, e fez 1 a 0.

No segundo tempo, o Criciúma perdeu o zagueiro Toninho, expulso aos 18 minutos, o que facilitou as coisas para o Vitória. Aí, o time baiano só teve o trabalho de administrar a vantagem conseguida na primeira etapa.

Ficha técnica:

Gol: Edílson, aos 46 do primeiro tempo.

Vitória: Juninho, Alex Santos, Felipe Saad, Marcelo Heleno e Paulo Rodrigues (Fabinho); Xavier, Amaral, Cléber e Alan Delon (Advaldo); Edílson e Obina. Técnico: Hélio dos Anjos.

Criciúma: Roberto, Toninho, Leonardo (Alex Goiano) e Luciano; Alex, Geninho, Rafael, Douglas e Baroni; Marcos Dener (Roni) e Athos (Ronaldo). Técnico: Lori Sandri.
Cartão vermelho: Toninho.
Renda: R$ 28.380,00. Público: 2.595 pagantes