te52041204.jpg

Dá-lhe Grison, prata da casa,
vence o Grande Prêmio Paraná.
 

Grande público compareceu ao Tarumã, com o governador Roberto Requião prestigiando a festa máxima do turfe local, sendo recepcionado na Tribuna de Honra. O movimento de apostas, com os arremates, ultrapassou a soma de 600 mil reais, superando a expectativa.

Dá-lhe Grison conseguiu sensacional vitória, decidindo a corrida nos 300 finais, ganhando por mais de dois corpos de Special Day, que surpreendeu com ótimo segundo, deixando Fort Bird na terceira colocação. Forever Led e Escriba completaram o marcador.

Dá-lhe Grison é um filho de Burooj e Goodbye, de criação e propriedade do Haras Clemente Moletta, sob os cuidados de Pedro Nickel Filho e bem dirigido por Nelson Souza.

Milha

Going Away, que veio de São Paulo, surpreendeu no Grande Prêmio governador do Estado. Ottocento correu na ponta, com Ronco na segunda colocação. Na reta modificou-se o panorama da corrida. Going Away atropelou forte, para assumir a ponta na altura 400 metros e seguir firme até o final, com Investment Banker conseguindo a formação da dupla, com Iluminatto perto na posição imediata.

Going Away, um filho de Roi Normand, de criação do Haras Santa Ana do Rio Grande, defendeu as cores da Agro Pastoril Tibagi, apresentado por V.Barbosa e dirigido pelo paranaense João Moreia.

Velocidade

O Grande Prêmio Delegação do Jockey Club de São Paulo, páreo velocidade, marcou a fácil vitória de Major Punk. Ana Banana correu na ponta, com Major Punk firmando-se na segunda colocação na entrada da curva. Na reta aproximou-se da ponteira para dominá-la na altura dos 300 metros e seguir facilmente até o final, enquanto Megaphone, correndo muito nos últimos 200 metros obteve bom segundo atrasando-se Ana Banana para terceiro.

Major Punk um filho de Punk e Fraulein Marjori, de criação do Haras Ponta Porã defendeu as cores de Nelson Faria de Souza, bem dirigido por João Moreira. Ricardo Colombo apresentou-o em boa forma.

Chamada para dia 17

Depois da realização da reunião do Grande Prêmio Paraná, sobre a qual apresentaremos todos os detalhes na edição de amanhã, a Comissão de Turfe programou para o dia 17 a última reunião de 2004, pois as próximas sextas-feiras serão véspera de Natal e Ano Novo.

O destaque da chamada é a Prova Especial Aramys Bertoldi, justa homenagem ao ex-presidente, que muito fez pelo turfe, merecendo esta demonstração de reconhecimento. É uma prova reservada para produtos de 3 anos, em 1.600 metros. Estão chamados, ainda, Claiming Categoria A –

R$ 2.000,00, para produtos de 4 anos sem vitória, 5 anos até 2 vitórias e 6 e mais anos até 3 vitórias; e Claiming Categoria L – R$ 2.000,00, em 1.100 metros, para produtos de 4 e mais anos. A primeira reunião de 2005, portanto, deverá ser marcada para 7 de janeiro.

Janeiro

O destaque da primeira reunião de 2005, no dia 7 de janeiro, será a Prova Especial Ubaldo Siqueira, justa homenagem ao ex-presidente, na distância de 1.600 metros para produtos de 3 e mais anos, na distância de 1.600 metros.

Penca

O presidente da Associação de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida do Paraná, Edison Mauad, está confiante no sucesso do Turfe Paranaense – 1.ª Copa ACPCCP, na distância de 700 metros, com a participação de produtos inéditos de 2 anos de idade hípica. Muitos potros estão trabalhando no "trilho" cercado, na parte externa da reta de chegada.