A polêmica sobre as supostas encenações de Neymar ganhou mais um fator nesta quinta-feira, quando a Uefa anunciou uma suspensão de três jogos ao volante escocês Scott Brown, que foi expulso da partida entre Celtic e Barcelona, no começo do mês, pela Liga dos Campeões, depois de agredir o brasileiro.

O lance aconteceu aos 23 minutos do segundo tempo na partida em que o Barcelona ganhou por 1 a 0 em Glasgow, pela segunda rodada da fase de grupos. Brown derrubou Neymar por trás, na corrida, e quando o brasileiro estava no chão o escocês chutou seu braço esquerdo, no qual o craque estava apoiado. O árbitro viu e deu cartão vermelho direto.

Na ocasião, os jogadores do Celtic e parte da imprensa britânica reclamaram que Neymar exagerou na reação – o brasileiro começou a gritar levando a mão às costas. Na ocasião, Brown se desculpou pelo lance, mas disse que não achava que a jogada fosse para cartão vermelho.

O comitê disciplinar da Uefa, porém, viu de outra fora. Entendeu que não apenas o capitão do Celtic deve cumprir um jogo de suspensão automática como ficar de fora das três próximas partidas da equipe na Liga dos Campeões, voltando apenas no último compromisso da fase de grupos, exatamente contra o Barcelona, em 11 de dezembro. Assim, ele não participa dos dois jogos contra o Ajax nem da partida diante do Milan.