Chegou a hora do primeiro teste da seleção brasileira feminina de vôlei na temporada 2002. Hoje, às 16h (de Brasília), a equipe comandada por Marco Aurélio Motta faz a partida de estréia no Montreux VolleyMasters, na Suíça, tendo pela frente as gigantes russas. O confronto é válido pelo Grupo A da competição, que conta ainda com Itália e Japão. O Grupo B é formado por Cuba, China, Estados Unidos e Holanda.

Depois das derrotas, por 3 a 2 e 3 a 0, para a seleção alemã em dois amistosos na semana passada, o time brasileiro só pensa em continuar atrás do seu objetivo: adquirir ritmo de jogo. “Foram dois bons testes. As derrotas não querem dizer muita coisa, já que estamos no início da nossa preparação para o campeonato mundial. Esse é o momento para as equipes ganharem ritmo e avaliarem possíveis novidades”, afirmou Marco Aurélio. “Treinamos bem nessa última semana, buscando a melhora da relação de ataque. Estamos crescendo”, completou.

Quanto às adversárias de hoje, Motta toma como base os confrontos das duas equipes na temporada passada – as brasileiras derrotaram a Rússia, por 3 a 2, no World Grand Prix e levaram o troco na Copa do Campeões, sendo derrotadas também por 3 a 2. “A Rússia é uma equipe tradicional, com um padrão de jogo forte. O grupo atua em função das atacantes de ponta (Gamova, Artmonova e Godina) e das bolas rápidas pelo meio com a central Tichtchenco”, avaliou o técnico.

Marco Aurélio pretende manter a mesma equipe dos amistosos contra a Alemanha, com Fofão, Jaqueline, Raquel, Érika, Karin e Walewska e a líbero Arlene. A única novidade é a mudança de posições: Érika voltará a jogar na ponta enquanto Jaqueline atuará na diagonal.