Começa hoje a 8.ª edição da Volta
Ciclistica do Litoral Paranaense.

Com largada hoje, do Velódromo Irineu Marinho, no Jardim Botânico, começa a 8.ª edição da Volta Ciclística do Litoral Paranaense. A prova, com 524 km, segue até domingo, distribuída em cinco etapas, nas categorias Sub-23 e Elite. A promoção é da Federação Paranaense de Ciclismo, com apoio da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer de Curitiba, além das prefeituras de Paranaguá e Guaratuba, Ecovia, Diretran e Liga de Ciclismo de Curitiba.

O projeto de internacionalização da prova, que nasceu na edição de 1999, é o grande diferencial da edição deste ano, que têm ainda a presença garantida dos melhores atletas brasileiros em atividade no País. Com a supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), e a participação de César Augusto Sanchez Alzate, comissário internacional da União Ciclística Internacional (UCI) -com sede na Suíça -, a Volta do Litoral. Caso o relatório de Alzate seja favorável, a partir da edição do ano que vem, a prova será internacional, e com isso o Brasil teria quatro etapas com pontos valendo pelo ranking internacional de Estrada – além da Volta do Litoral, estariam no calendário da UCI a Copa América, Volta do Rio e a Volta de Santa Catarina. “Isso vai facilitar aos ciclistas brasileiros marcarem pontos no ranking. Principalmente porque o ano que vem será ano de Olimpíada”, revela o técnico da seleção brasileira de pista, Adir Romeo.

A prova

O desafio deste ano, no entanto, começa com a largada às 8h30 em frente ao Velódromo do Jardim Botânico. Serão 140,6 km, seguindo pela BR-277 e PR-508, até Paranaguá. A segunda etapa, de montanha, (121,1 km), será disputada amanhã, saindo de Paranaguá (8h30), seguindo pela BR-277, PR-412 (Matinhos), PR-508, BR-277, PR-408 (Morretes), e PR-411, via Estrada da Graciosa, com chegada prevista para as 12h e deslocamento até Curitiba.

Sábado, os competidores fazem o percurso de 138,2 km entre Curitiba e Guaratuba (largada às 8h30), no Velódromo, seguindo pelas BR-277, Contorno Leste, BR-376 até Garuva, e PR-412, até o destino, onde chegam às 12h. À tarde, na rodovia que dá acesso à Barra do Saí, das 14h30 às 16h30, participam da prova contra-relógio individual.

A Volta Ciclística do Litoral Paranaense termina domingo, com largada em Guaratuba, às 9h, e chegada a Curitiba prevista para as 12h, no Velódromo.

Seleção usa prova como treinamento

Reunidos desde o último dia 4 de maio em Curitiba, os treze integrantes da seleção brasileira de pista encerram, com sua participação na Volta do Litoral, a segunda fase de treinamento visando a participação no Mundial B de Ciclismo (em julho, na Suíça) e no Pan-Americano de São Domingo.

Segundo o treinador da equipe nacional, o curitibano Adir Romeo, os competidores que foram cedidos por suas equipes voltam a defender seus times na Volta – Hernandes Quadri Júnior, Emerson Silva e Róbson Dias, correm pela Memorial/Santos, enquanto Daizon Mendes disputa a prova pela DataRo Computadores.

Já os outros nove ciclistas do Brasil entram na disputa defendendo as equipes Brasil A (Soelito Gohr, Breno Sidotti, Armando Camargo, Mardo Novelo e André Pullini) e Brasil B (Franklin Gomes, Jair Damásio, Newton das Virgens e Renato Ruiz). Reforça o time B nacional o curitibano Maurício Leite Campos.

Os dois times terão o apoio dos auxiliares técnicos da seleção, Antônio Carlos Silva, Beatriz Rezende, Ivyh Maiumi, Renata Lopes e Tiago Lopes, estudantes de Educação Física que são estagiários no projeto de formação de treinadores que os técnicos da seleção, Adir Romeo e Iverson Ladewig estão desenvolvendo em paralelo aos trabalhos da seleção em Curitiba.

“Encerrada a participação dos ciclistas da seleção na Volta do Litoral, o time vai para a terceira fase de treinos, com preparação específica em pista”, revelou Romeo.

No dia 30 de maio, a comissão técnica vai cortar cinco atletas da seleção. “Gostaríamos de manter todos em treinamento, mas como apenas oito irão para as competições internacionais, vamos trabalhar com uma equipe compacta, formando duas equipes de quatro atletas”, explicou Romeo.