Os barcos Puma Ocean Race e Ericsson 4 estão travando uma luta acirrada pela liderança da quinta etapa da Volvo Ocean Race – a regata Volta ao Mundo. As duas embarcações optaram por rotas diferentes na passagem pelas ilhas Fiji, mas agora já estão emparelhadas no mar do Pacífico Sul.

Até a semana passada, o Ericsson 4, comandado pelo brasileiro Torben Grael, dominava a prova desde os primeiros dias de competição, entre a cidade chinesa de Qingdao e o Rio de Janeiro, em um percurso de 12,3 mil milhas náuticas, com chegada prevista para o fim deste mês.

No final de semana, a flotilha se separou. Enquanto os barcos Ericsson 4, Ericsson 3 e Green Dragon prefiram navegar a leste de Fiji, o Puma e o Telefónica Blue preferiram uma rota entre as ilhas Viti Levu e Vanua Levu. O percurso mais a oeste deu a liderança ao Puma, mas o barco norte-americano já é seguido de perto pelo Ericsson 4.

Depois da passagem por Fiji, as embarcações já percorreram quase 5 mil milhas náuticas desde a largada, há 17 dias, e agora seguem nesta segunda-feira em direção ao sul, onde passarão por um rota volante próxima a Nova Zelândia, que conta pontos na classificação geral.

Os três líderes, separados por menos de 9 milhas náuticas, fazem uma rota mais ao leste. Já o Telefónica Blue e o Green Dragon navegam mais ao oeste dos adversários, e tem menos de 35 milhas náuticas de desvantagem.

Classificação da quinta etapa da Volvo Ocean Race, às 10 horas (de Brasília):

1. Puma – a 7.578 milhas náuticas da chegada

2. Ericsson 4 – a 2 milhas náuticas do líder

3. Ericsson 3 – a 9 milhas náuticas

4. Telefónica Blue – a 24 milhas náuticas

5. Green Dragon – a 34 milhas náuticas