O atacante Walter afirmou que o Atlético corre muito risco de cair ainda no Brasileirão. A declaração foi concedida ao final da derrota para o São Paulo na noite deste sábado (3), no gramado do Morumbi. “Tem muita chance de cair. Vamos tentar ganhar dois, três jogos para fugir. Sem dúvida que a gente pensa para o lado de baixo”, afirmou.

O Furacão precisa de três vitórias para atingir os 47 pontos, número considerado mágico pelos matemáticos para escapar de vez do rebaixamento. Parado nos 38 pontos há cinco rodadas, a equipe pode terminar o domingo a quatro pontos da zona do rebaixamento. Faltam nove jogos para o Rubro-Negro na temporada da Série A.

Walter entrou aos 25 minutos do segundo tempo da partida contra o São Paulo, após o atacante Cryzan ser atingido por um carrinho de Ganso.

“Acho que todos os times têm uma queda no Campeonato Brasileiro, que é muito difícil. Tivemos nossa alta, nossa queda. E alta. Agora estamos caindo de novo. Agora tem Cruzeiro e Corinthians. Jogos bons para jogar”, afirmou o atacante, citando os próximos adversários da equipe.
Defesa de Milton Mendes

O atacante também saiu em defesa do Milton Mendes ao final do jogo, mas poupou o interino Sérgio Vieira.

“Foi pouco tempo para ele mostrar o trabalho dele. Não sei se ele vai continuar ou não. Esses dez dias – intervalo até a próxima rodada – é bom para voltar inteiro”, comentou.

Sobre Milton, ele afirmou que no Brasil a culpa é sempre do técnico. “Depende do resultado. Nossa equipe vinha cinco ou seis jogos sem ganhar. No Brasil [com esses resultados] a chance do técnico cair é muito grande. Sempre sobra para o treinador e não sobre o jogador. O grupo sentiu muito [a saída] porque o grupo gosta bastante dele. Agora nosso time tem de crescer”, disse.