O atacante Walter somou mais uma polêmica em sua carreira. Mas, agora, das mais sérias. O ex-jogador do Atlético e atualmente no CSA foi pego no exame antidoping, por conta do uso de remédio para emagrecimento.

+ Leia também: Torcida única gera quase uma ‘treta’ por jogo na Arena

Sempre acima do peso ideal para um atleta, Walter conviveu com cobranças por conta disso. Apesar de dizer que rende melhor nessa forma, ele constantemente tentava emagrecer e fez essa promessa quando foi apresentado no CSA. Inclusive, no Furacão isto foi um dos motivos que fizeram com que sua saída fosse antecipada, por não entrar nas regras do clube.

+ Mais na Tribuna: Santos cita Furacão como exemplo de gestão no futebol

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) foi comunicada de que o jogador deu positivo no exame feito na última vez que entrou em campo, no dia 20 de julho, no empate em 0x0 com o Fortaleza. Desde então, por conta de uma lesão, Walter não jogou mais. No total, ele disputou nove jogos pelo CSA e marcou dois gols.

+ Saiba mais: Atlético tem dúvidas pra encarar o Paraná Clube

Mesmo assim, o atacante seguiu chamando a atenção, mas sempre por conta de problemas. A última foi no final de agosto, quando chegou a ser preso por apontar uma arma de brinquedo para um funcionário da Eletrobrás, que cortou a luz da sua residência. Em seguida, ele acabou sendo liberado.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!