O ATP Final, em Londres, já tem o seu primeiro semifinalista. Na noite desta quarta-feira, o suíço Stan Wawrinka derrotou o espanhol David Ferrer por 2 sets a 0 – com parciais de 7/5 e 6/2, em 1 hora e 33 minutos -, em um resultado que garantiu o também espanhol Rafael Nadal, que mais cedo havia batido o britânico Andy Murray, entre os quatro melhores da competição que reúne os oito tenistas com melhor ranking da temporada de 2015.

Com duas vitórias e nenhum set perdido, Nadal já garantiu até mesmo a liderança do grupo. Assim, encara o compatriota Ferrer, já eliminado por antecipação, nesta sexta-feira apenas para cumprir tabela. No outro jogo da chave, Murray e Wawrinka vão disputar a segunda vaga na semifinal do torneio londrino, disputado no ginásio O2.

No histórico do confronto no circuito profissional, o britânico leva vantagem sobre o suíço. O atual vice-líder do ranking da ATP ganhou oito dos 14 jogos disputados entre eles, mas os dois não se enfrentam há mais de dois anos. Já Nadal dá de lavada o duelo direto contra Ferrer: 23 a 6.

Em quadra, o espanhol mostrou a mesma irregularidade da derrota na estreia para Murray. Ferrrer começou bem e abriu 5 a 2 no primeiro set. Mas duplas faltas decisivas recolocaram o suíço no jogo. O resultado disso foram cinco games ganhos consecutivamente por Wawrinka, que fechou em 7/5.

Na segunda parcial, o suíço quebrou o saque de Ferrer logo no primeiro game, o que desestabilizou de vez o rival. Uma nova quebra aconteceu no quinto game e facilmente Wawrinka ganhou a partida por 6/2.