O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, negou que o Barcelona entrará como favorito diante do Arsenal nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, no confronto que foi definido nesta sexta-feira em sorteio realizado pela Uefa em Nyon, na Suíça.

O fato de o Barcelona ser o grande time da atualidade e o atual campeão europeu e do mundo não abalou o otimismo de Wenger. “Para mim, é um jogo com as mesmas chances para ambas as equipes. Se dermos o nosso melhor, temos uma boa chance de vencer”, afirmou o treinador.

Wenger, porém, preferiu não falar muito sobre o Barcelona, já que ressaltou que a sua grande preocupação no momento é o jogo que o Arsenal fará contra o West Ham, neste sábado, pelo Campeonato Inglês. E ele acredita que um bom desempenho contra o Barcelona dependerá também de uma sequência de bons resultados no torneio nacional.

“Nós só podemos dar um passo de cada vez. O percurso não é fácil. A melhor forma de ser bem-sucedido nas quartas de final é entrar nesta competição (Liga dos Campeões) em boas condições e com uma forte crença (na classificação). A forte crença acontecerá se nós fizermos um bom campeonato (na Premier League)”, ressaltou.

Wenger, porém, admite que não deverá contar com a força total do seu elenco no jogo de ida contra o Barcelona, marcado para o dia 31 de março, na Inglaterra. Nesta sexta-feira, ele afirmou que o zagueiro Gallas, que se recupera de uma lesão, tem “80% de chances de ficar fora do primeiro confronto”.