A Williams confirmou na manhã neste domingo, antes da largada do GP da Itália de Fórmula 1, sua dupla de pilotos para a temporada 2015. Sem qualquer surpresa, a equipe britânica garantiu a permanência de Felipe Massa e renovou o contrato do finlandês Valtteri Bottas, uma das sensações do atual campeonato.

Massa chegou à equipe no início deste ano e assinara contrato por três temporadas. Assim, a única expectativa era sobre a renovação de Bottas, que ocupa o quinto lugar no Mundial de Pilotos e vem superando com frequência o companheiro de time.

No duelo interno da Williams, o piloto mais jovem já acumulou quatro pódios, contra zero do veterano brasileiro. Em compensação, Massa faturou a única pole position que não ficou com a Mercedes neste ano. No campeonato, ele apenas o nono colocado, com 40 pontos, 70 atrás do finlandês.

“Nessa temporada estamos conseguindo mostrar nosso verdadeiro potencial e estou pilotando um carro muito forte e que tem melhorado ao longo da temporada, o que é encorajador para o futuro”, declarou Massa, ao ser confirmado na equipe, após viver temporadas frustrantes na Ferrari, sob a sombra do espanhol Fernando Alonso.

Bottas, por sua vez, agradeceu a confiança depositada pela direção da equipe. “Eles colocaram muita fé em mim e eu sou muito grato por continuar aqui. O time tem feito grande progresso nesta temporada e estou confiante de que estamos no caminho certo”, comentou o finlandês.

A Williams indicou que poderá fazer mudanças entre os reservas da equipe, que conta atualmente com o brasileiro Felipe Nasr. A confirmação dos nomes deve acontecer em breve. Além de Nasr, que disputa a GP2, o time britânico tem como piloto de teste Susie Wolff.