No duelo entre as duas líderes do ranking mundial do tênis feminino, a dinamarquesa Caroline Wozniacki levou a melhor e venceu a russa Vera Zvonareva por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/0. Com a vitória neste sábado, em Doha, no Catar, ela se classificou para a final do Masters da WTA, quando enfrentará a belga Kim Clijsters.

Com a campanha no Masters, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada, Wozniacki já garantiu a permanência na liderança do ranking, independente do resultado da final. E ela comprovou sua condição na semifinal deste sábado, quando precisou de 1 hora e 24 minutos para derrotar Zvonareva, que é a número 2 do mundo.

Agora, Wozniacki luta para conquistar o título mais importante de sua carreira – já foi campeã 12 vezes, sendo seis apenas nesta temporada, quando atingiu o topo do ranking. Mas, aos 20 anos, a jovem dinamarquesa terá um duro desafio na final, quando enfrentará Clijsters, que eliminou a australiana Samantha Stosur na outra semifinal.

Com 27 anos, Clijsters tem uma carreira cheia de glórias, mesmo tendo ficado quase dois anos parada, quando deixou as quadras em 2007 para o nascimento da filha. Ex-número 1 do mundo, ela ocupa agora o quarto lugar no ranking. Ao todo, soma 39 títulos na carreira, incluindo dois do Masters da WTA, em 2003 e 2004. Agora, pode chegar ao terceiro.

Finalistas do Masters da WTA, Clijsters e Wozniacki se enfrentaram apenas uma vez na história. Foi na final do US Open do ano passado, quando a belga levou a melhor, justamente quando retomava a carreira após quase dois anos parada, e conquistou o título em Nova York. Assim, a dinamarquesa tem a chance de revanche na decisão deste domingo.