O volante Xabi Alonso garante que a Espanha não está presa a uma única forma de jogar. A seleção espanhola se caracterizou nos últimos anos por manter a posse de bola e trocar muitos passes, mas tem sido criticada por fazer poucos gols e terá de vencer o Chile na segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo para se recuperar da derrota na estreia – goleada sofrida por 5 a 1 para a Holanda.

“Teremos de ser inteligentes, vamos precisar ser verticais e ter opções para diferentes estilos de jogo””, afirmou o volante neste domingo, na concentração espanhola em Curitiba. “Os erros foram identificados. Muitas coisas que a Holanda fez nos causou danos. O Chile pode ter oportunidades, mas agora vamos tentar controlar de forma melhor”, completou o jogador do Real Madrid.

“O Chile joga quase sempre igual. Vão para cima dos adversários, são valentes e agressivos, ambas as partes se conhecem bem. Já tínhamos muito respeito por Chile e Austrália antes de perder para a Holanda, agora nós tratamos esses jogos como decisões”, afirmou Xabi Alonso, autor do único gol espanhol na estreia, em cobrança de pênalti.

Ele garante que há cobrança interna para reverter a situação. “Há uma reflexão coletiva dentro do grupo, não individual, porque nós conversamos todos juntos. É o elenco que tem de reagir junto e não queimar nomes específicos. Queremos demonstrar que queremos dar uma resposta”, avisou Xabi Alonso.