Boni, Xandy e Patter, vencedores da
1.ª etapa do Brasileiro de Endurance,
os 1000 Km de Brasília, juntos de novo.

Os pilotos Xandy Negrão, Paulo Bonifácio e Luiz Otávio Paternostro resolveram novamente se juntar e irão tentar repetir nos 500 Km do Rio de Janeiro, neste domingo, em Jacarepaguá (RJ), a vitória que conquistaram na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Endurance, em abril, nos 1.000 Km de Brasília.

O trio vai conduzir um Porsche 911 GT3 RS, o mesmo com o qual venceram em Brasília. “O carro é realmente muito confiável e rápido. Em todas as provas que participou este ano andou sempre entre os primeiros”, diz Xandy Negrão, bicampeão brasileiro de Marcas e Pilotos (1984/86).

Na pista, o trio Xandy/Boni/Pater vai ter de enfrentar algumas feras na categoria 1 (a principal), como o Mercedes CLK DTM, do trio formado por Alcides Diniz, Pedro e Paulo Gomes, vencedores da terceira etapa do Brasileiro, os 500 Km de Interlagos. “O pessoal está cada vez mais confiante nas provas de longa duração e criando coragem para colocar os carros na pista. Fiquei sabendo que nessa corrida do Rio vai ter até uma Ferrari”, diz Negrão, se referindo a Ferrari F355 Challenge, dos pilotos Pedro Palhares e Uberto Molo. “Sinal de que esse tipo de corrida tem conquistado mais espaço, o que é muito bom para o automobilismo brasileiro e mostra que o campeonato está sendo bem organizado”, completa.

No início da semana, Xandy Negrão havia confirmado que iria disputar os 500 Km do Rio de Janeiro com um Porsche GT2 (biturbo), mas acabou mudando de idéia. “Resolvi apostar no GT3, porque também já conheço o carro e sei bem do seu potencial”, disse o piloto de 50 anos. Paulo Bonifácio concorda. “Desde a primeira etapa do Brasileiro de Endurance que eu tenho corrido com esse Porsche e sempre fizemos boas provas. Acho que no Rio de Janeiro não será muito diferente”, explica Boni, líder da temporada 2003 do Brasileiro de Endurance, junto com Luiz Paternostro, com 36 pontos. Xandy Negrão é o terceiro (24).

O Porsche 911 GT3 RS (2001), que é preparado pela equipe Dener Motorsport/Stuttgart Sportcar, do experiente preparador Dener Pires, conta com um motor de 6 cilindros opostos, refrigerado a água, que entrega cerca de 420 cavalos de potência nas rodas traseiras. O câmbio é em H (seis marchas) e a carroceria feita de monobloco e peças de kevlar. O peso total do carro é de 1150 kg. “É um carro muito bom, gostoso de trabalhar, que a cada corrida a gente vai descobrindo mais algum segredo sobre ele”, explica Dener Pires.

A velocidade máxima atingida com o carro na pista do Autódromo de Interlagos, em São Paulo, ultrapassou os 250 quilômetros por hora. Com todos esses requisitos, o carro já conquistou vitórias importantes além dos 1.000 Km de Brasília este ano: é bicampeão das Mil Milhas Brasileiras (2001/02) e venceu os 500 Km de Interlagos no ano passado. “O carro é vencedor. Estou tranqüilo, porque este ano já ganhei corridas de longa duração correndo com o Boni e com o Pater (1.000 Km de Brasília). A gente se conhece bem e tenho certeza que isso vai ajudar muito no domingo”, promete Xandy Negrão.

Ontem, entre 14h30 e 17h, os pilotos participaram do treino extra.

Hoje começa a programação oficial, com os primeiros treinos livres. As tomadas de tempos (4 sessões, duas por categoria) serão amanhã, entre 9h e 16h15. A largada para os 500 Km do Rio de Janeiro, 4.ª etapa do Brasileiro de Endurance, está prevista para 12h30 do domingo, com transmissão ao vivo dos primeiros 30 minutos da prova pelo canal Bandsports (TVA/Directv). A corrida deve terminar por volta das 16h.