Em jogo marcado pelo equilíbrio, o russo Mikhail Youzhny levou a melhor sobre o suíço Stanislas Wawrinka e garantiu a vaga na semifinal do US Open nesta quinta-feira. Após uma batalha de 4 horas, Youzhny venceu por um apertado placar de 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 7/6 (9/7), 3/6, 6/3 e 6/3.

O russo, atual número 14 do mundo, terá pela frente na semifinal o vencedor do duelo espanhol entre Rafael Nadal, líder do ranking, e Fernando Verdasco. Eles se enfrentam ainda nesta quinta-feira. Com a vitória, Youzhny igualou sua melhor campanha em um Grand Slam. Em 2006, justamente no US Open, ele alcançou a semifinal, quando foi eliminado pelo americano Andy Roddick.

Para igualar essa campanha, Youzhny contou com seus consistentes golpes de fundo de quadra e com a irregularidade de Wawrinka, cansado após a vitória em cinco sets sobre o americano Sam Querrey nas oitavas de final.

Wawrinka começou melhor e saiu na frente no placar, com melhor aproveitamento do primeiro serviço. Youzhny obteve o empate no tie break da segunda parcial, apresentando maior eficiência nas bolas de revés. Mas o suíço voltou a liderar o jogo no terceiro set.

Ele mostrou ligeira superioridade em quadra até a metade do quarto set, quando demonstrou cansaço. Youzhny soube aproveitar o melhor momento na partida e empatou novamente o jogo, levando o duelo para o quinto set. O russo manteve o embalo e faturou uma quebra logo no início da parcial decisiva.

Contudo, o suíço mostrou persistência e igualou o placar. Na metade do set, foi a vez de Youzhny dar mostras de desgaste físico, ao receber atendimento médico, com dores no pé esquerdo. Mas o problema físico não impediu o russo de manter o bom ritmo e abrir novamente vantagem no marcador.

Dessa vez, Wawrinka não conseguiu acompanhar o momento do rival e, com muitos erros, entregou os pontos no nono game. O suíço terminou a partida com incríveis 71 erros não forçados, contra 57 do vencedor.