Depois de três jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Flamengo voltou a ganhar neste sábado, após passar pelo Coritiba por 2 a 1. Mas, mesmo jogando em casa, o time sofreu e só chegou ao triunfo com um gol de pênalti marcado no fim do duelo.

O resultado aliviou o técnico Zé Ricardo. Ainda assim, ele admitiu que o time estava ansioso e foi sincero ao dizer que o Flamengo não teve uma grande atuação. “A gente passava por um momento sensível onde a ansiedade atrapalha. Buscamos o gol o jogo todo e não merecíamos outro resultado”, comentou o treinador, antes de ponderar.

“Por tudo que envolvia o jogo, a gente precisava dos três pontos. Dou um desconto para a atuação, porque sofremos com a ansiedade, mas buscamos o jogo todo e recuperamos a confiança”, acrescentou.

Zé Ricardo também comentou sobre a opção por utilizar alguns reservas, como Romulo e Berrio. “Sobre a opção de mexer, queremos usar ao máximo o elenco. A competição é muito desgastante, jogo quarta e domingo. Tivemos uma conversa específica com os jogadores para dosar. Todo mundo queria jogar, o que mostra o comprometimento do grupo. O mais importante é o ritmo de jogo.”

Especificamente sobre a entrada do colombiano, o treinador explicou que Everton sentiu um pequeno incômodo. “O Everton treinou normalmente, mas parece que sentiu um incômodo durante a noite. Eu só fiquei sabendo hoje (sábado). No aquecimento ele tentou, queria jogar, mas não dava. Com o Berrio, nós trocamos o lado do Geuvânio e deu certo. Berrio usou sua capacidade física e fez o gol no início, que ajudou bastante a gente”, completou.