O técnico Zé Ricardo ficou satisfeito com a atuação do Flamengo no triunfo por 2 a 0 sobre o São Paulo, no Estádio Luso-Brasileiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último domingo, e destacou o ótimo momento do time, que venceu as últimas três partidas no torneio. Na sua avaliação, a equipe está em crescimento.

“O jogo foi difícil e estou muito orgulhoso de tudo que a equipe produziu hoje. O gramado ficou um pouco pesado por conta da chuva, mas os atletas foram bastante eficazes. Acho que estamos crescendo novamente e tenho que parabenizá-los, pois merecemos a vitória”, afirmou.

A boa fase deixa o Flamengo em terceiro lugar no Brasileirão, com 20 pontos, a nove do líder Corinthians. E a situação poderia ser ainda melhor, não fosse o início irregular da equipe carioca no torneio nacional, como lembrou Zé Ricardo.

“Gostaríamos de ter começado melhor no campeonato, mas não aconteceu. Precisamos pontuar bem e vencer assim dentro de casa, além conquistar pontos fora também, como aconteceu contra o Bahia. Vamos nos recuperar essa semana e já focar no jogo de quarta, que será muito difícil em Santiago”, disse.

E apesar do clima positivo com o novo triunfo, Zé Ricardo precisou explicar a decisão de nem levar o meia argentino Conca para o banco de reservas. “Temos um limite de estrangeiros no Brasileirão e, naturalmente, sempre ficamos com essa indecisão entre Mancuello e Conca, visto que eles atuam na mesma posição. O Mancuello fez ótima semana de treinamentos e foi bem no jogo-treino. Por méritos, esteve na relação para esse jogo. O Conca também é muito importante para nós”, justificou.

Após o triunfo sobre o São Paulo, o Flamengo volta as suas atenções para a Copa Sul-Americana, pois na quarta-feira vai enfrentar o Palestino, no Chile. Zé Ricardo revelou que não deve utilizar a força máxima no próximo compromisso. “Alguns atletas não irão a Santiago para o jogo da Sul-Americana, mas ainda vamos definir isso após a reapresentação do elenco”, comentou.