Depois da conquista do título do Grand Prix, no começo do mês, a seleção brasileira feminina de vôlei se prepara agora para a disputa do Campeonato Sul-Americano, de 18 a 22 de setembro, em Ica, no Peru. E o grupo ganhou o reforço de duas jogadoras, a levantadora Fabíola e a ponteira Natália, cuja presença foi exaltada pelo técnico José Roberto Guimarães.

Fabíola não participou da conquista do título do Grand Prix porque pediu dispensa da seleção por razões particulares, enquanto Natália enfrentou um período de afastamento das quadras por causa do resultado positivo de um exame antidoping. Agora, porém, as duas já estão reintegradas ao grupo, que realiza a preparação em Campinas, no interior de São Paulo.

“É muito importante contar com a Natália. Ela está voltando à sua melhor forma e no dia 18 estreará no Sul-Americano. Já a Fabíola pediu para ficar fora de uma parte do Grand Prix por problemas particulares. Felizmente, ela está de volta. É uma jogadora que sempre nos ajudou. É muito bom contar com uma atleta do nível da Fabíola”, disse Zé Roberto.

“Estou quase há quatro meses sem jogar uma partida oficial. Estive tranquila nesse período e tentei zerar todos os meus problemas físicos. Também foi bom para a readaptação. Volto em um momento importante, com a disputa do Sul-Americano e estou muito motivada”, revelou Natália, que precisou cumprir uma suspensão de 60 dias por causa do doping.

“Precisei de um período para resolver alguns problemas pessoais, mas estou de volta. Temos que ter um cuidado grande para o Sul-Americano. Estamos treinando forte porque é uma competição importante. A concentração será fundamental. É um campeonato classificatório para o Mundial (a campeã vai ao Mundial de 2014) e teremos que estar 100%”, avisou Fabíola.