Após o sucesso no Festival de Teatro de Curitiba, a comédia A Sobrancelha É o Bigode do Olho volta à capital paranaense para duas apresentações no Teatro do Sesc da Esquina. Estrelada pelo ator Márcio Vito, que recentemente interpretou o personagem Clemente na minissérie Amazônia, a peça simula uma conferência sobre o otimismo, ministrada pelo Barão de Itararé ? pseudônimo do jornalista gaúcho Apparício Torelly, considerado um dos mais importantes humoristas do Brasil.

Com texto de Ivan Jaf e dirigido pelo também global Nelson Xavier, o espetáculo é um monólogo criado a partir de uma compilação de textos jornalísticos bem-humorados, que demonstram a personalidade do Barão e sua postura de defensor da liberdade e dos direitos políticos. A idéia da peça surgiu após Vito, Jaf e Xavier encenarem outro espetáculo no prédio que antes abrigava a carceragem do Dops (Departamento de Ordem e Política Social), no Rio de Janeiro. No local, Torelly, preso devido a textos sarcásticos sobre o governo de Getúlio Vargas, foi companheiro de cela do escritor Graciliano Ramos, que, no livro Memórias do Cárcere, o descreveu como alguém que aliviava o sofrimento dos colegas por meio do humor.

Na suposta conferência ? escrita nos moldes das que realmente eram realizadas pelo personagem, para angariar fundos para seu jornal humorístico A Manha ? o Barão discorre, por cerca de uma hora e quinze minutos, a respeito dos mais diversos temas, sempre com a sua reconhecida ironia. Dentre os assuntos abordados, se destacam questões como ?a importância da maquiagem na cura da anemia e da palidez?, ?a influência do colarinho mole na formação do caráter das pessoas? e ?a origem da palavra ?cerimônia??.

As duas apresentações da peça em Curitiba começam às 21 horas. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (estudantes, comerciários e pessoas acima de 60 anos). Mais informações pelo telefone (41) 3304-2222.

Serviço:
A Sobrancelha É o Bigode do Olho
Teatro do Sesc da Esquina (Rua Visconde do Rio Branco, 969), (41) 3304-2222.
Comédia teatral.
Texto de Ivan Jaf. Direção de Nelson Xavier. Com Márcio Vito.
Dias 4 e 5 de maio, sexta e sábado, às 21 horas. R$ 20 e R$ 10 (estudantes, comerciários e pessoas acima de 60 anos).