Carla Regina fará dois
papéis na trama do SBT.

Em quase dez anos de tevê, Carla Regina já esteve na extinta Manchete, na Record e na Globo onde seu último trabalho foi a professora de História Ana Paula, de Malhação. Entre as emissoras que fazem novela, só faltava o SBT. A atriz foi convidada para protagonizar Seus Olhos, trama que vai substituir A Outra no horário nobre da emissora de Silvio Santos. “Vivo de convites. Já tinha sido sondada pela emissora outras vezes, mas estava sempre com compromissos”, conta, empolgada.

Acostumada a viver personagens fortes, como Guida, protagonista de Marcas da Paixão, da Record, e Das Dores, de Xica da Silva, da Manchete, Carla está animada com a dramaticidade da história, na qual interpreta dois papéis. Na primeira fase, será Marina, artista plástica que se envolve com o mau-caráter Vítor, papel de Petrônio Gontijo, e acaba assassinada por ele. Na terceira fase, vai ser Renata, filha de Marina com Tiago, personagem de Juan Alba. “Além de serem duas, a Renata vai passar por uma transformação grande. Por isso, é uma chance imperdível”, valoriza Carla, que começa a gravar na próxima semana e já se mudou com mala e cuia do Rio, onde morava, para São Paulo.

Nome

: Carla Regina Freitas Cabral.

Nascimento

: Em 21 de outubro de 1976, em São Paulo.

Primeira aparição na tevê

: Fiz uma participação pequena na novela Quatro por Quatro, mas considero Tocaia Grande minha estréia.

Personagem dos sonhos

: Uma grande vilã.

Momento marcante

: A minissérie A Casa das Sete Mulheres. Foi muito prazeroso fazer.

Atuação inesquecível

: Drica Moraes, como a Violante de Xica da Silva.

Ao que gosta de assistir na tevê

: Vejo de tudo um pouco.

Ao que não assiste de jeito nenhum

: Programas que mostram matança de animais.

O que falta na tevê

: Mostrar o amor entre as pessoas, principalmente em família.

Ator

: Fábio Assunção.

Atriz

: Giovanna Antonelli.

Filme de cabeceira

: Atualmente, o longa Espelho D’Água, de Marcos Vinícius Serra, meu primeiro filme.

Livro de cabeceira

: Em Busca da Espiritualidade, de James Van Praagh.

Qualidade

: Sou muito profissional.

Defeito

: Perfeccionismo.

Mania

: De incenso e de tomar banho à luz de vela.

Arrependimento

: Não costumo me arrepender do que faço, procuro me compreender.

Um vexame

: Não me lembro.

Projeto para o futuro: Montar uma peça com o Bruno Gagliasso, com direção do Werner Schünemann. Combinamos durante a minissérie, mas ainda não conseguimos conciliar as agendas.