Um rito de passagem, no qual o indivíduo adormece a criança e acorda o adulto que floresce com o amadurecimento. Uma projeção íntima daquilo que pensamos ser hoje no que desejamos para o futuro.

Assim os integrantes da Companhia Ballet de Londrina definem a temática do espetáculo Para acordar os homens e adormecer as crianças, que terá única apresentação em Curitiba, hoje, no Guairinha.

Tendo como ponto de partida a retratação do ócio in carpe diem, o espetáculo foi concebido a partir de uma compilação de músicas de várias bandas do mundo, disponibilizadas por um site americano. As canções são uma mistura de música erudita com rock, que mexeram com a imaginação do diretor Leonardo Ramos.

“A coreografia do espetáculo é minha. Porém, a montagem foi trabalhada de forma interativa com todo o elenco, que é composto por doze bailarinos. Por isso, tem muito de cada um”, afirma Leonardo. “Não é um espetáculo linear, mas foi construído de forma a fazer com que o público se emocione com o desenrolar da coreografia. Acredito que dança não pode ser tratada de forma linear. Poucas obras na história da dança conseguiram a façanha de contar uma história”.

Além dos doze bailarinos que integram a companhia, o espetáculo conta com a participação especial do garoto Vitor Rodrigues. Ele foi um talento descoberto, entre alunos carentes, em audições realizadas pelo ballet em escolas públicas de Londrina.

Atualmente, está com 14 anos de idade. “Nas audições que realizamos, Vitor se destacou e teve seu talento identificado. Por isso, o convidamos para participar do espetáculo”, diz o diretor.

Para acordar os homens e adormecer as crianças estreou em junho do ano passado, no Festival de Londrina (Filo). Já passou por diversas cidades do Paraná, realizou temporada pelo interior de São Paulo, percorreu as capitais do nordeste do País, foi exibido em Assunção, no Paraguai, e em Lima, no Peru. Em março do próximo ano, será apresentado em dez cidades da França.

O Ballet de Londrina é mantido pela Fundação Cultura Artística de Londrina (FUNCART). É um grupo profissional que já atua no cenário cultural há dezoito anos e tem no currículo 22 espetáculos (entre eles Nunca, Eternamente, Fome e Decalque), 11 turnês nacionais e 10 viagens internacionais. Ao longo de sua trajetória, realizou mais de 500 apresentações, para um público de cerca de 150 mil pessoas.

Serviço

Para acordar os homens e adormecer as crianças. Hoje, às 20h30, no Guairinha (Rua XV de Novembro, s/n.º). Ingressos: R$ 10,00.