Anderson Silva fez uma sessão só para jornalistas, ontem à tarde em São Paulo, para apresentar o documentário que trata da sua carreira.: “Como Água”. E boa parte da entrevista girou sobre sua sexualidade. As piadas com o tema começaram quando um repórter da TV Corinthians (clube que patrocina Anderson) perguntou se a camiseta rosa que ele vestia era uma provocação. Trata-se de uma referência a uma polêmica antiga briga entre ele e Sonnen, retratada pelo filme. O americano chegou a dizer certa vez que Anderson se vestia de rosa para parecer-se com um gângster.

E, para responder ao jornalista Anderson foi rápido como é no octógono. “Eu gosto, não tem outra explicação. O cara tem de ser muito bem convencido do que ele é para usar rosa. Tipo assim, não quer dizer que você não possa me dar seu telefone depois”, disse o lutador, provocando risos na plateia.

Depois, quando foi responder sobre seus ídolos no cinema também não perdeu a chance de brincar. Após uma resposta curta, ele ouviu um “obrigado” do repórter e respondeu: “De nada. Beijo, me liga”.

O documentário, que será lançado em 16 de março, coincide com o anúncio da revanche contra Chael Sonnen. Os dois devem lutar de novo em junho, no Brasil, mas a cidade ainda não está definida.