Estrela mais aguardada entre os convidados de Roberto Carlos, na gravação do seu especial de fim de ano, no sábado, no Rio de Janeiro, Anitta não segurou a emoção e desafinou diante do “rei” cantando Força estranha e Olha. O diretor Jayme Monjardim não perdoou e pediu para ela repetir o número. A funkeira voltou ao palco ainda mais tensa e contou com a ajuda de Roberto. ‘Por problemas técnicos, teremos que repetir esse número, o que para mim é um grande prazer’, disse o cantor.

Anitta foi a única artista convidada a ter que repetir um número durante o show. Tiago Abravanel (que cantou Não quero dinheiro, de Tim Maia), Lulu Santos (numa performance bastante aplaudida de Nas curvas da estrada de Santos) e Erasmo Carlos (que cantou vários sucessos da dupla) fizeram uma única apresentação.

Figurantes

Para ocupar todos os lugares da plateia foi preciso ajuda de figurantes contratados porque não havia convidados suficientes para preencher todos os lugares. O show, que estava marcado para começar às 20h, foi iniciado com 50 minutos de atraso porque os atores contratados precisavam se acomodar. Em pouco tempo, mulheres com vestidos longos e cheios de paetês, acompanhadas por homens de terno, se acomodavam, ocupando os lugares que faltavam.

Às 20h50, Roberto Carlos surgiu lindo, de terno branco e gravata branca com detalhe em vermelho. Lulu Santos foi o primeiro convidado e não precisou repetir seu número. Saiu de lá direto para fazer seu próprio show, no Citibank Hall. O cicerone da noite foi Marcelo Adnet.