Antes de se lançar na carreira, a cantora Anitta tinha um ritual: Sempre que ia nas baladas, chegava em casa de manhãzinha, trocava de roupa e não perdia a missa matinal. A revelação foi feita no talk-show Lady Night, de Tatá Werneck, que foi ao ar na terça (11), no canal pago Multishow.

“Sempre fui muito religiosa, mas sempre adorei curtir e dançar. Ia para as minhas festas, rebolava. Chegava em casa, tomava banho e ia à missa”, contou a musa do funk, esbanjando bom humor. “Já para ser perdoada de tudo que eu possa ter feito na noite anterior”, emendou aos risos.

A vida amorosa da cantora também virou assunto da entrevista. Anitta disse que muitos dos romances com famosos não passam de boatos. No entanto admitiu que uma boa parte do que se comenta do envolvimento dela com os caras do momento correspondem com a verdade. “Muitos não são verdade. Mas muitos são verdade. O que eu faço? Eu não digo nada para nada. Assim a pessoa não sabe qual é a verdade”.

Danada esta Anitta. Parece até o Chacrinha, com seu bordão inconfundível: “Eu não vim para explicar. Eu vim para confundir”. Brincadeiras a parte, a cantora está feliz mesmo com a carreira, que agora vive uma nova fase. Ela fechou com a a agência internacional “William Morris Endeavor (WME)”, e agora trabalha para conciliar sua agenda no Brasil para o lançamento de uma carreira internacional. Segure a menina!

Veja um trecho da entrevista: