A carioca Jady Duarte, que encantou o fenômeno do esporte Usain Bolt alcançou fama instantânea. Bastou passar uma noite com o atleta, – como atestam as fotos que foram vazadas na maior intimidade com ele pelos quatro cantos do país -, que a moça de 20 anos já tem até empresário para administrar seus próximos passos. Jady “Bolt” já é uma celebridade. O tablóide sensacionalista The Sun já comprou uma entrevista exclusiva com a moça.

Mas os holofotes não são exatamente desconhecidos por ela. Antes de ver seu nome em evidência por causa do affair com ídolo jamaicano, Jady já havia sido notícia. Mas policial. Jady foi casada e é mãe de dois filhos de Douglas Donato Pereira, o Diná Terror, ex-chefe do tráfico no Morro Faz Quem Quer. Ele foi morto em março deste ano.

Depois que ficou famosa, Jady agora tem agenda de compromissos e está precisando monitorar a internet. Vários perfis falsos dela surgiram nas redes sociais. A conta do Instagram (o qual Bolt passou a seguir ao conhecê-la) foi hackeada.

Ela teve que encerrar a conta que usava no Facebook. Disse que estavam pegando fotos dos filhos. Por sinal, Jady nega ter sido mulher do traficante Diná Terror: “Ele nunca foi meu marido”, disse ao diário carioca Extra. Mas há farto material que atestam a forte ligação dela com o bandidão.

Outro sinal da fama é que ela já não consegue circular anonimamente em Campo Grande, onde mora com os pais. Mas aí, o empresário já tomou providências e a instalou num apartamento no Recreio. Nas festas, já virou presença vip. As filipetas anunciam “presença de Jady Bolt”. É a fama!

jady-3
Jady com o traficante Diná do Terror. Ela nega que foi casada com ele.