Um dia após a expulsão de Phellipe Haagensen do reality show A Fazenda, devido a um beijo sem consentimento na participante Hariany, Marcos Mion, o apresentador da atração, resolveu se manifestar nas redes sociais sobre o caso, nesta segunda-feira (30).

+Leia também: Reynaldo Gianecchini assume já ter ficado com homens, mas não levanta bandeira gay

Em seu perfil oficial no Instagram, o apresentador disse que sua opinião pessoal é de que o caso deve servir de “exemplo para todos homens que acham que é normal sair roubando beijos e passando a mão em mulheres”, pois “assédio, abuso e qualquer situação de violência de qualquer espécie contra mulheres são crimes”.

Antes disso, ele pediu licença ao programa e disse que o que ele informou durante a exibição da atração era a decisão do departamento jurídico da Record, mas ele, como cidadão, não poderia ficar quieto frente ao ocorrido porque “o sangue ferve”.

Confira o post de Mion na íntegra: 

 

View this post on Instagram

. Começo o vídeo mostrando a situação de ontem, como apresentador, onde eu tenho que apenas passar adiante o comunicado perfeito do departamento jurídico da Record, mas aqui nas minhas redes eu PRECISO falar como cidadão. . Pq o sangue ferve e é impossível ficar quieto. Por isso peço licença ao programa para dizer que : . Assédio, abuso e qualquer situação de violência de qualquer espécie contra mulheres são crimes. . Que a situação do programa sirva de exemplo para todas mulheres que não se sentem fortes para denunciar, tomarem essa atitude. . Que sirva de exemplo para todos homens que acham que é normal sair roubando beijos e passando a mão em mulheres. Assediadores e abusadores não passarão. . Braços dados para um mundo melhor e mais igualitário.

A post shared by Marcos Mion (@marcosmion) on

Paolla Oliveira posta vídeo com reação de motorista de app que a transportou