Em plena temporada de estreias dos filmes que podem se transformar em candidatos para a 85ª edição do Oscar, “Argo” e “Silver Lining’s Playbook” assumem a liderança nas previsões como os títulos mais cotados para o prêmio de Melhor Filme, pelo menos entre os exibidos até agora.

“Argo”, dirigido e protagonizado por Ben Affleck, convenceu a crítica e o público, primeiro em sua passagem pelos festivais de Toronto e Telluride, e depois com sua estreia nos cinemas americanos há duas semanas, onde já arrecadou mais de US$ 50 milhões até o momento.

Os membros da Academia de Hollywood assistiram ao filme no início de outubro e sua reação foi de grande entusiasmo, até o ponto de o considerarem o principal favorito para o Oscar de Melhor Filme, segundo a revista “The Hollywood Reporter”.

Sendo “Argo” o rival a ser batido com sua história sobre o rocambolesco resgate em 1980 de seis funcionários da Embaixada dos Estados Unidos em Teerã durante a crise dos reféns no Irã, seu principal adversário até o momento é “Silver Linings Playbook”, o novo longa-metragem de David O. Russell, que já triunfou na grande cerimônia do cinema há dois anos com “O Vencedor”.

O filme foi escolhido como o melhor do Festival de Cinema de Toronto pelo público que assistiu à mostra e acaba de ganhar os prêmios Hollywood Awards de Melhor Diretor (Russell), Melhor Ator (Bradley Cooper) e Melhor Ator Coadjuvante (Robert De Niro).

O filme, do qual também participa a atriz Jennifer Lawrence (“Jogos Vorazes”), narra a história de um professor que, após passar oito meses em uma instituição psiquiátrica, retorna ao seu lar para reconstruir sua vida. O longa chegará aos cinemas americanos no dia 21 de novembro.

A lista de candidatos a melhor filme também pode incluir “A Viagem”, uma arriscada aposta dos irmãos Wachowski (“Matrix”) que estreou nos cinemas americanos no último fim de semana de outubro, e “Flight” (com estreia marcada para o primeiro fim de semana de novembro), drama aeronáutico com Denzel Washington que representa o retorno do cineasta Robert Zemeckis aos filmes de ação.

“A Viagem”, por sua estrutura inovadora (seis histórias entrelaçadas ao longo de 500 anos em quase três horas de duração), está entre as opções que os acadêmicos devem amar ou odiar, algo que também pode acontecer com “The Master”, um hipnótico filme de Paul Thomas Anderson, e “Anna Karenina”, de Joe Wright, uma versão pós-moderna do clássico de Leon Tolstoi.

Por outro lado, “Flight” é um dos títulos sobre catástrofes que pode chamar a atenção, assim como “Beasts of the Southern Wild”, de Benhn Zeitlin, “O Impossível”, de Juan Antonio Bayona, e “As Aventuras de Pi”, de Ang Lee.

Outros filmes que podem chegar com força para os prêmios Oscar é “Lincoln”, uma colaboração entre Steven Spielberg e Daniel Day-Lewis para retratar o conflito do ex-presidente americano com o seu gabinete em relação à abolição da escravidão e o fim da Guerra Civil.

Além disso, seria uma homenagem e tanto caso “007 – Operação Skyfall”, o 23º filme sobre o agente 007, conseguisse pela primeira vez uma candidatura como Melhor Filme, exatamente no 50º aniversário de James Bond, algo que não foi descartado por parte da imprensa especializada.

Com menos barulho podem aparecer duas obras menores que fascinaram a crítica: “Amour”, com a qual Michael Haneke conseguiu sua segunda Palma de Ouro em Cannes, e “Moonrise Kingdom”, um grande sucesso para o humor particular de Wes Anderson.

No entanto, os acadêmicos ainda têm grandes esperanças nas estreias de dezembro que ainda não foram exibidas.

É o caso do musical “Les Misérables” (Anne Hathaway, Russell Crowe e Hugh Jackman), do filme “Zero Dark Thirty” sobre a operação que acabou com a morte de Osama bin Laden, do esperado “Django Livre” – o novo longa de Quentin Tarantino – e do retorno de Peter Jackson à Terra Média com “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”.

A Academia de Hollywood vai divulgar os candidatos aos prêmios Oscar no próximo dia 10 de janeiro. A cerimônia de entrega das estatuetas será realizada em 24 de fevereiro no Teatro Dolby em Hollywood (Los Angeles).