Depois da febre do hit “Desenho de Deus”, o músico gaúcho Armandinho chega à Curitiba para lançar o repertório do mais recente disco, Semente. O show acontece nesta sexta, dia 03 de outubro, no palco do Curitiba Master Hall, a partir das 22 horas. Também será inaugurado o novo espaço da casa ‘Pista Hip Hop OXXY’, que terá como atrações o rapper Black Alien e os dj´s Ploc, Etê e FMZ. Após o show, os dj´s Kadu e Diego Lourenço comandam a pista com set eletrônico. Também terá camarote com champagne e lounge com degustação de coquetéis afrodizíacos. Para encerrar, às 6 horas será servido um café da manhã.

O disco contém 12 faixas e sua produção pertence a Paul Ralphes. Com exceção de ‘Onda do Arraial’, parceria com Dora Vergueiro, todas as outras músicas foram compostas antes de ‘Desenho de Deus’. “Esse álbum é totalmente diferente dos meus outros. Consegui trazer elementos novos, com variedade de instrumentos. Depois que montei um estúdio em casa, contei com muitas pessoas na produção do trabalho. Até descobri gente da minha banda que sabia compor”, falou o cantor. ‘Semente é o sucessor natural de Casinha. Acho que o som sinaliza como será meu trabalho daqui para frente’, explica Armandinho.

Acompanhado pelos músicos Bedai (percussão), Sorriso (bateria), Régis (teclado), Coringa (guitarras) e Meco (baixo), o cantor traz no repertório as melodias dos seis anos de estrada. Para o show, Armandinho promote tocar alguns dos grandes sucessos como “Balanço da rede”, “Desenho de Deus”, “Ursinho de dormir” e “Lua Cheia e as novas “Morena Nativa”, “A Filha” e “Outra Vida”, e claro, o novo hit das rádios de todo o Brasil, “Semente”.

Do novo trabalho, Armandinho aponta ‘A Filha’ como sua preferida. “A música trata de uma menina de classe média que é homossexual. É meio complicado entrar nesse assunto, mas temos de falar”. A faixa foi composta quando tinha 15 anos e inspirada em uma colega do colégio. “Ela era um pouco discriminada, mas na época tivemos uma amizade muito grande. Ela sabia que a música era para ela” , completa.

Armandinho

Além de fazer sucesso com os brasileiros, o cantor tem conquistado também o público do Mercosul, apesar de ter feito show fora do país apenas em Portugal, no Festival Sudoeste 2007, onde se apresentou com nomes como Manu Chao, Damian Marley, Groove Armada, The Streets, Gilberto Gil e Vanessa da Mata.

“Os argentinos, por exemplo, estão muito presentes aqui no sul, por isso eles acabam escutando as rádios. Já recebi propostas para fazer show na Argentina, no Uruguai, no Paraguai, mas ainda não conseguimos fechar uma turnê que valesse a pena”, finaliza. Seu último grande sucesso foi o reggae romântico Desenho de Deus em 2006. A música apresentava o CD Armandinho ao Vivo que vendeu 80 mil cópias e outras 40 mil em DVD. Antes em 2004, ele já figurava entre os campeões com 50 mil cópias vendidas do disco intitulado Casinha.

O artista de 36 anos formou a primeira banda ainda nos tempos de estudante, em 85. Com 12 anos, já escrevia as próprias letras e sua primeira canção a estourar nas rádios anos depois foi Sexo na Caranga. Suas influências musicais vão de Rita Lee a Vinícius de Moraes, Beatles, Elvis Presley, além dos argentinos Mercedes Sosa e Ariel Ramires, mas foi na MPB e nos bares onde fazia shows que Armandinho moldou seu estilo pop/mpb/reggae.

Serviço:

Local: Curitiba Master Hall (R:Itajubá,143, Portão).

Data: 03.10.2008 (Sexta-feira).

Preços: R$20,00 (meia-entrada válida para estudantes e para quem doar 1 kg de alimento não-perecível, não acumulativo com outros descontos e promoções).

Pontos de Venda: Disk Ingressos (41 -33150808/ www.diskingressos.com.br e nos quiosques instalados nos Shoppings Mueller e Curitiba).