Um grupo de artistas paranaenses, que questiona o interesse do governo do Paraná em investir em cultura, resolveu protestar. O movimento produziu uma carta que deverá ser entregue ao governador Roberto Requião reivindicando políticas públicas para essa área.

O levante, surgido recentemente, está fazendo também um abaixo-assinado virtual (www.abaixoassinado.org/webroot/-abaixoassinados/4824) para que a população tenha conhecimento dessa reivindicação e possa aderir à causa.

A carta, assinada por artistas das mais diversas áreas, reclama ainda sobre o pouco acesso à cultura paranaense, a falta de um fundo estadual de cultura, a ausência da lei de incentivo à cultura, dentre outros pontos.

Um dos artistas que assinam o documento, Neto Machado, revela os motivos que levaram a criação desse movimento. “Há seis anos lutamos para que a Secretaria Estadual da Cultura (Seec) faça algo em benefício dessa área e não obtivemos sucesso. Resolvemos então criar a Carta dos Artistas para expor nossas ideias”, informa.

A secretária de cultura, Vera Mussi, discorda da afirmação do movimento. Segundo ela, a Seec tem realizado muita coisa pela cultura. “Políticas públicas não se resumem a editais. Nós já entregamos 73 bibliotecas com acervo de dois mil livros e outras 100 estão prontas para serem entregues. Temos um prêmio de cinema considerado por especialistas nesse assunto como um dos melhores do Brasil. É certo que não conseguimos atender a todos, mas acredito que fazemos um ótimo trabalho aqui”, avalia.