O estilista Lorenzo Riva mostra vestidos de proporções impecáveis.

Seminuas ou cobertas de duzentos metros de tule? Nasce o biquíni ?couture?, aquele com que não se dará nunca uma braçada, que não irá nunca à água, custando de, um mínimo, 150 a 2 mil euros. O costume de banho de ?scena?, milímetro de fazenda que não cobre nada, é sexy e espalmado de folhas de ouro, de ?paillettes? gigantes ou de cristais swarovsky que poderá ser usado nos iates de cinqüenta metros ou na piscina de Dubai.

Roma – A demanda de alta moda romana que este ano, pela primeira vez, celebrou também os grandes costureiros para homens com a extraordinária ?premiére? dedicada aos ?exagerados?: Litrico, Bruno Pciatelli, Mariano Rubinacci, Osvaldo Testa e Luciano Barbera.

Um hino à mulher sinuosa e sutil é o tema da nova coleção de Fausto Sarly. Inspirada na Indochina, a sua nova linha levou à passarela as cores da floresta pluvial e os bordados da China purpúrea proibida. Desfilou ?descoberta? seducente e carnal a mulher de Marella Ferrera. Para elas, vestidos leves, transparentes, mostrando o corpo sempre magro, como objeto do desejo.

Dedicada ao romance escândalo do início de 90, Tony Ward, o estilista mais famoso do Líbano, apresentou sua coleção rica de bordados e vestidos de chiffon elegantíssimos.

Lorenzo Riva exibe a sua classe mostrando as divinas dos anos 50s e 60s com vestidos de proporções impecáveis. Renato Balestra apresentou mais de 700 vestidos e uma infinidade de bordados. Um vestido de noiva em forma de borboleta. Saias listadas ou escocesas que foram desenhadas à mão e curtíssimas pantalonas fluidas. Chegaram para o desfile do maestro a princesa Jordana Firousch Vokhshour, o príncipe Mobarcch Al Sahah e as princesas Nasser, do Kuwait. Para dar alguns nomes a odalisca-look, e muito in entre os costureiros que vêm do Oriente.

Guillermo Mariotto para Maison Gattinoni e a mulher protagonista da coleção Primavera Verão 2007: amada, espiada e política. São conhecidas na política como Condoleezza Rice, Hillary Clinton, Segolene Royal, Elizabeth II da Inglaterra. Estadistas e futuras presidentes. O poder é aquele que conta. Na sua coleção, cita Andy Warhol, Jasper Jones, Man Ray, maestro da experimentação mais radical-chic. Gattinoni joga com os tecidos, pinta ícones de mulheres: Hillary Clinton, e a mulher potente. O retrato de Elizabeth II, Mariotto desfilou uma mulher contemporânea, a constrangida a confrontar-se com uma grande realidade. Apresentou uma mulher anos 60s. Estilo impecável, elegante. A esportiva veste um vestido lacado com pós metálicos e vestidos esfumados com tonalidades ouro ou prata, do verde ao lado do laranja, do branco ou violeta. Estolas de ?paillette? e bordados de cristais para os vestidos de grande gala.