Desde a última terça-feira, o bar Era Só o que Faltava abriga Caricaturas Silvestres, uma exposiçao em homenagem ao ator e humorista paranaense Fábio Silvestre. Sete dos mais renomados cartunistas da cidade foram convidados para retratarem os principais personagens interpretados por Silvestre em seus mais de 20 anos de carreira.

Paixao desenhou O Bebado e Solda, o Garçom do Gato Preto. Natan desenhou Jaime Rafael e Thiago Recchia fez Roginho. As caricaturas de Arlindo Beleza e do surfista Déverçon ficaram a cargo de Pryscila Vieira. Marco Jacobsen e Benett desenharam Ariosvaldo Pança e o Motorista do Ligeirinho, respectivamente. Caricaturas Silvestres fica em cartaz até o mes de outubro.

Fábio Silvestre

O ator, diretor e humorista Fábio Silvestre iniciou sua carreira artística em 1987 e, desde entao, já atuou em cerca de 30 montagens teatrais, escreveu dez peças e dirigiu outras dez. Seu espetáculo cômico mais conhecido é O Bebado, já assistido por aproximadamente 50 mil pessoas. Entre seus maiores trabalhos estao as peças O Fio (premio de melhor espetáculo no Festival Internacional de Países do Mercosul, escrita, dirigida e estrelada por Fábio em 1997), Agora é Que Sao Elas, Casa do Terror I e Amor Cachorro – Uma Novela Mexicana.

Recentemente, Fábio dividiu o palco do Teatro Guaíra com Chico Anysio, convidado especial para a sua peça Curitiba em Comédia. Silvestre também está classificado entre os finalistas do quadro “Quem Chega Lá”, atraçao do programa Domingao do Faustao, que reúne grandes humoristas de todo o Brasil.

Serviço

Caricaturas Silvestres – Exposiçao de caricaturas em homenagem ao ator e humorista Fábio Silvestre. Até o final de outubro no Era Só o Que Faltava (Avenida República Argentina, 1.334).