Ricardo Macchi está em campanha contra o ‘Pânico na Band‘. O Cigano Igor da novela ‘Explode Coração‘, de 1995, na Globo, publicou uma nota em sua página no Facebook pedindo boicote ao humorístico. A bronca é por causa de uma ação judicial que o ator perdeu contra o programa.

Há cerca de dois anos, o Pânico, ainda na RedeTV!, exibiu um quadro em que Sabrina Sato e Daniel Zuckerman, o ‘Impostor‘, entrevistam o golpista Marcelo Nascimento da Rocha, que teve sua história contada no filme Vips.

Ricardo Macchi é citado como um dos ‘vips‘ que foi enganado pelo golpista. Ao fim da entrevista, os repórteres escrevem uma carta fingindo ser de Macchi e tentam enganar o entrevistado.

‘Não posso aceitar que um programa de TV use meu nome em benefício próprio, sem devida autorização, falsifique minha assinatura e crie um texto relacionando minha imagem e meu nome sem que eu autorize‘, reclamou Macchi.  ‘Uma sociedade que parece doente, valorizando e dando espaço a um criminoso na TV aberta. Visitam o presídio, são recepcionados por um criminoso abrindo a porta e de roupa normal, um dos repórteres diz ’você é meu herói’, eles se sentam em uma bonita sala e conversam com o detento…‘, continua o ator, indignado. Ainda em sua carta, Ricardo diz que a ‘diferença de estrutura financeira‘ entre ele e o ‘Pânico‘ é ‘desleal‘. ‘Contrataram um escritório centenário, com centenas de advogados, contra apenas um advogado que eu contratei no Rio de Janeiro e custeio a ida semanal a São Paulo. Haja ponte aérea nestes dois anos de luta!‘ Após contar sua história, Ricardo Macchi faz um apelo à sociedade brasileira para boicotar o ‘Pânico‘.

‘Em nome dos valores éticos, morais da família brasileira, dos brasileiros responsáveis, que gostariam de fomentar uma cultura construtiva que pelo menos não destrua a educação, preciso de apoio nesta digna causa‘, apelou.