O sucesso da atriz pornô Mia Khalifa, 21 anos, veio acompanhado de problemas. A moça que cresceu no Líbano e foi morar nos Estados Unidos na adolescência, tem recebido ameaças de morte pela internet depois que se tornou a estrela pornô mais procurada no site PornHub.

Em parte, as polêmicas foram provocadas pela atitude da atriz, ao usar símbolos da cultura libanesa em cenas pornográficas. Por exemplo, Mia participou de um filme vestindo um hijab, uma espécie de lenço que cobre a cabeça. Nas religiões islâmicas, o hijab é um símbolo de modéstia, privacidade e moralidade, e não cobre o rosto dos que o usam, somente o topo da cabeça.

Mia Khalifa também tem uma tatuagem no braço onde se lê a primeira frase do hino libanês. Tais coisas mexem com orgulho dos libaneses. Enquanto alguns usuários foram até o Instagram da atriz para chamá-la de “feia” e “nojenta”, outros vão além e fazem ameaças de morte. “Mia Khalifa é limpa e tudo, mas vestir hijab no filme pornô é realmente problemático e nojento”, escreveu uma internauta.

Ousada, Mia respondeu aos ataques, na maioria das vezes com bom humor. Quando um internauta disse que ela “queimaria no inferno”, ela respondeu: “estou precisando de um bronzeado”.