Depois do sucesso de sua primeira temporada, o Balé Teatro Guaíra volta, a partir desta quinta-feira (13), ao palco do Guairinha, com o Atelier Coreográfico 2007, que estreou em junho deste ano. A atual edição do espetáculo apresenta cinco trabalhos criados e apresentados pelos bailarinos.

As coreografias que constituem o espetáculo são ?Sem texto… sem contexto?, que consiste na exploração do espaço cênico e coreográfico pelos bailarinos, a partir dos estímulos provocados pela música e outros elementos de cena, como cenário e figurino; e ?Sadik?, que tem como temática a reflexão, a partir do relacionamento entre indivíduos e do próprio corpo com o ambiente.

Os outros três trabalhos são ?Sharbat?, saga de uma mulher afegã que viveu metade da vida fugindo da guerra em seu país; ?Indumentária?, coreografia em que a arte do vestuário serve como pano de fundo para o questionar o comportamento individual e as máscaras sociais; e ?Suor Lake?, coreografia desenvolvida dentro da água, que tem como proposta (des)construir a própria coreografia.

Este último trabalho é inspirado na memória corporal dos bailarinos, através da aplicação da técnica ?Flying Low?, de David Zambrano, que consiste movimentos céleres do chão e manutenção do equilíbrio.

Serviço:
Dias 13 e 14, quinta e sexta-feira, às 20h30
Dia 15, sábado, às 20h30
Dia 16, domingo, às 18h