Foto: Lucimar do Carmo

Banda Banks: objetivo é falar do curitibano com humor.

Uma garota que não diz bom dia no elevador, fala ?tipo assim?, come sorvete no frio e usa maquilagem pra andar no Parque Barigüi.

Assim é Curitiba, personagem principal da música de mesmo nome que está sendo lançada pela banda Banks, criada há cerca de dois meses.

O novo grupo surgiu no Porão Rock Club, pertencente ao empresário e autor da música Curitiba, Paulo Dalla Stella.

Reúne músicos de origens e estilos diferentes, como Fabio Banks (Zigurate, Ovos Presley, Peek-a-boo e King Kng de conba) e Neto Magalhães (Hidráulica e Jelly Belly) na guitarra; Paulo Slovenski (Pelebrói não sei) no baixo; Kako (ex-vocalista da Relespública) na bateria; e Handerson Banks, que participou do programa Fama, da Rede Globo, no vocal.

A obra Curitiba compõe a coletânea Ascende Curitiba, que reúne treze bandas da cidade. Entretanto, em breve também irá ganhar um vídeo clip e compor um CD que será produzido pela banda. ?O CD está em fase de produção na Clínica Estúdio, de Murilo Darós. Deve ter cerca de doze músicas, de autoria dos próprios integrantes da Banks?, diz Paulo Dalla Stella.

Já em relação à principal canção do trabalho, a banda explica que a composição não tem como intenção denegrir ou falar mal de quem vive em Curitiba, mas sim brincar com a imagem do curitibano como uma pessoa fechada.

?A banda tem integrantes nascidos em Curitiba ou que vivem em Curitiba há vários anos e adoram a cidade. O objetivo da música é falar sobre o curitibano com humor e quebrar o gelo, mostrando uma imagem realista da cidade?, dizem os músicos Fabio, Neto e Handerson.