Um diálogo entre a paisagem européia e mexicana é a proposta da exposição Paisagem entorno e retorno – Coleção do Museo Soumaya. Inéditas em Curitiba, as 72 obras provenientes da coleção do Museo Soumaya, do México, se convergem em estilos, técnicas, sensibilidades e interesses.

Os trabalhos exibem os variados enfoques na abordagem do tema, do século 16 ao século 20. Entre eles estão desde os antigos mestres europeus, como Lucas Van Gassel e Pieter Brueghel, até ícones do impressionismo francês, como Monet, Renoir e Degas; além de Van Gogh e o célebre paisagista mexicano José Maria Velasco.

Realizada pelo museu mexicano, a exposição chega neste sábado ao Museu Oscar Niemeyer. Às 10h, o curador da mostra, o mexicano Héctor Meza realiza uma palestra gratuita sob o tema Um olhar sobre a paisagem.

“É uma nova leitura deste importante gênero na arte ocidental”, diz o curador Héctor Meza. Ele explica que a paisagem teve grande importância no imaginário mexicano e europeu ao ser fonte de inspiração poética e de costumes, sempre vinculado com a diversidade de latitudes, climas, regiões e cenários que o caracterizam. “São cenas que refletem a vida cotidiana em diálogo com a natureza; onde o homem se insere como elemento primordial da criação, em franca harmonia com o entorno.” Na questão ocidental, também representa a essência do indivíduo, a consciência de origem, a matriz de antigas mitologias e tradições.

Serviço

Paisagem entorno e retorno -Museo Soumaya do México. De 14 de março a 12 de julho, no Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999). Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h. Entrada: R$ 4,00 inteira e R$ 2,00 estudantes.