Brad Pitt foi inocentado da acusação de ter agredido um dos filhos em um avião particular em setembro, um dia antes de Angelina Jolie pedir formalmente o divórcio, segundo a CNN.

A decisão foi tomada pelo Departamento de Infância e Serviços Familiares (DCFS) de Los Angeles, que era responsável pelo caso.

Na época da acusação, a imprensa americana divulgou que Brad Pitt havia informado que estava levando a investigação muito a sério e cooperaria com as autoridades.

Jolie pediu a custódia dos seis filhos do casal. Ainda segundo a CNN, ela e Brad Pitt entraram em um acordo para que, por enquanto, as crianças fiquem sob guarda da mãe e recebam ‘visitas terapêuticas’ do pai.