Ator brasileiro famoso por
contracenar com Denzel Washington.

É muito difícil um brasileiro entrar no esquema de Hollywood. Aliás, é difícil até para americanos. É possível contar nos dedos quem foi bem na indústria do cinema – Carmen Miranda (portuguesa), Sônia Braga esteve em bons filmes, e uma ponta aqui e outra ali de atores menos famosos. Agora é a vez de mais um, além de Rodrigo Santoro, que colhe frutos de Los Angeles depois do sucesso internacional de seus filmes.

Gero Camilo, figura quase onipresente na nova safra de cinema brasileiro, também está com um pé fincado na indústria do cinemão americano. Chega às telas neste fim de semana nos EUA o novo longa estrelado por Denzel Washington, Men of fire, no qual Camilo faz uma ponta.

Dirigido por Tony Scott (de Fome de viver e Ases indomáveis) e rodado na Cidade do México, Men of fire traz no elenco Mickey Rourke, Christopher Walken, o italiano Giancarlo Giannini e o cantor pop latino Marc Anthony, atual Sr. Jennifer Lopez. O convite para trabalhar na produção aconteceu no ano passado, quando Camilo estava no Cine-PE, no Recife, promovendo Narradores de Javé, dirigido por Eliane Caffé.

“Um assistente do Tony Scott conseguiu me encontrar através da O2 (produtora do diretor Fernando Meirelles). Ele gostou muito do trabalho de atores de Cidade de Deus e me tomou como referência” – contou Camilo.

O ator faz o papel de Aurélio, um dos mexicanos que seqüestram uma criança, filha de um casal milionário, cujo guarda-costas é um ex-militar vivido por Denzel, o herói do filme. E, se não precisou afiar o inglês – o personagem não tem falas – o ator não escapou de tomar aulas de direção.

“Num filme de ação americano, cheio de situações-limite e personagens em silêncio, você pode até não falar inglês, mas tem que saber guiar um carro. Esta é a minha salvação” – brincou o ator na entrevista e se disse impressionado com a rapidez industrial do funcionamento do set.