O governo pernambucano divulgou os cachês dos artistas que são atrações do Festival de Inverno de Garanhuns, que será realizado até dia 30 de julho, em banners localizados ao lado dos palcos.

A pedida, garantida pela lei 15.818, é uma resposta às polêmicas surgidas no São João, quando o cachê do cantor Wesley Safadão (R$ 575 mil), por sua participação na festa junina de Caruaru, sofreu vários questionamentos. Em Garanhuns, os cachês variam de R$ 120 mil (Alceu Valença e Nação Zumbi) a R$ 7 mil (Clayton Barros).

Ainda estão na lista Gal Costa (R$ 114 mil), Elba Ramalho (R$ 105 mil), Elza Soares (R$ 92 mil), Margareth Menezes (R$ 85mil), entre outros.