Quem diria, alguns anos atrás, que a internet seria uma nova forma de fazer com que novos artistas fossem descobertos? Este é o caso de Jão, cantor que começou a fazer sucesso no mundo virtual e trouxe consigo um novo rumo à música pop nacional. Sua primeira música de trabalho, Imaturo, fez tanto barulho que levou o rapaz, de 24 anos, que viralizou no país. Jão, que figurou entre as 100 músicas mais ouvidas do Brasil, tanto no Spotify, como também nas rádios, se apresenta nesta quinta-feira (1º) em Curitiba.

Em entrevista à Tribuna do Paraná, o cantor, que recentemente lançou seu primeiro disco, Lobos, disse estar aproveitando essa fase de muito trabalho. “Está sendo especial, sempre quis lançar um disco, mas também tinha um pouco de apreensão, medo de pensar se a galera ia abraçar e cantar tudo. Superou expectativas e tem sido muito legal ver as pessoas ouvindo o álbum todo, cada um tendo uma música preferida, é tudo o que eu mais queria”.

Na música, Jão, que começou na internet e foi descobrindo seu próprio jeito aos poucos, disse que busca é solidificar seu trabalho. “Sair da internet era um plano que começamos a amadurecer lá atrás, em 2016. Mas sempre penso em nunca dar um passo maior do que a perna, não quero ainda fazer algo que não esteja preparado, mas percebo que tem rolado um crescimento do meu alcance e a gente tem acompanhado isso tudo”, explicou.

O disco lançado em agosto deste ano já trouxe bons frutos. “Trabalhamos a primeira música, que é Vou Morrer Sozinho, e já estamos em fase de começar a segunda. Existe um tempo para podermos divulgar a próxima, mas já estamos nos preparando para gravar o clipe, no final do mês, e vai ser lançado bem em breve”, disse o cantor, sem entrar em detalhes sobre qual música vai ser a próxima a tocar mais nas rádios.

Entre os críticos, Jão é considerado como um dos nomes mais promissores da música pop atual, até por estar em falta gente que faça um som que ele faz. “Para o ego da gente é muito bom, é gostoso ouvir isso. Você sente que seu trabalho está sendo reconhecido, valorizado, é isso que a gente busca sempre, mas também tenho encarado isso como um empurrão para seguir em frente e continuar lutando”.

+Leia também: Programação cultural em Curitiba nesta semana tem Larissa Manoela e muito mais!

Assuntos leves e delicados

Tratando de assuntos leves, mas também delicados, o cantor traz narrativas pessoais que deixam visíveis suas fragilidades, tristezas e medos. Para alguns, Jão é até considerado como “sofrência pop” e tem até vontade de misturar sua música ao som de Marília Mendonça, por exemplo. “Tem muita gente que gostaria de fazer música: Anavitoria, Sandy, Anitta, mas acho que precisa haver uma conexão com essas pessoas para a música sair. Não adianta fazer só por fazer uma parceria, precisa acontecer, porque assim a música sai mais especial, não algo genérico e que ninguém se colocou muito ali”, explicou o cantor, que ainda não teve nenhuma parceria definida.

Embora trate de assuntos mais delicados, a leveza de suas músicas é algo que muita gente busca em momentos críticos como o que estamos. “É um momento difícil, mas ao mesmo tempo, acho que o assunto política nunca esteve tanto em discussão como agora e isso é bom. Percebi os jovens, a galera da minha idade e que me acompanha, se interessando em saber, buscando informação. Nesse momento, a gente tem mais é que se unir, continuar seguindo e não podemos deixar a peteca cair, sem parar de lutar porque a eleição acabou, porque agora sim é que começa a luta”.

Para o show em Curitiba, que acontece no Teatro Fernanda Montenegro e que já está com uma das sessões esgotadas há mais de um mês, Jão promete muita emoção. “É um show muito gostoso de ver, mas trago muita energia, então espero que as pessoas sintam isso tudo. As pessoas precisam se preparar para se divertirem muito e para chorarem também”.

Os ingressos, para a sessão das 19h, custam a partir de R$ 58 (meia-entrada). Você pode comprar pelo Disk-Ingressos ou na hora, na bilheteria do teatro, que fica no shopping Novo Batel.

Jão faz show em Curitiba nesta quinta-feira (1º).
Show acontece no Teatro Fernanda Montenegro, que fica dentro do Shopping Novo Batel. Foto: Reprodução/Instagram

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Novo shopping de Curitiba vai ter 18 grandes redes de lojas, como Casas Bahia e Renner