A cantora Zezé Gonzaga morreu na madrugada desta quinta-feira (24), aos 81 anos, no Rio de Janeiro. Nascida na cidade mineira de Manhuaçu, ela morava no Rio desde a juventude, na cidade, consagrou-se e foi uma das mais requisitadas estrelas da fase áurea da Rádio Nacional. Zezé estava internada no Hospital Adventista Silvestre que não divulgou a causa da morte. O velório e o enterro foram marcados para esta quinta à tarde.

Amigo de décadas e grande admirador, o compositor e produtor Hermínio Bello de Carvalho esteve ao lado de Zezé até o fim. Foi Hermínio quem produziu ‘Sou Apenas uma Senhora que Ainda Canta’, o primeiro disco solo e o penúltimo da carreira de 65 anos. O CD saiu em 2006, quando Zezé já estava com 76 anos. Também foi ele o responsável pelo projeto de ‘Entre Cordas’, o último trabalho de Zezé, lançado em fevereiro deste ano (são duas faixas gravadas para o CD e outras onze resgatadas de gravações antigas por Hermínio, em que ela é acompanhada por músicos como Baden Powell e Raphael Rabello).